Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
BBC Brasil

'Canibal' britânico admite ter matado e comido a namorada

Redação Bonde
09 nov 2007 às 09:07
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O britânico Paul Durant, de 47 anos, pode pegar uma sentença de até 12 anos de prisão depois de ter se declarado culpado da acusação de ter matado, esquartejado e comido pedaços do corpo de sua namorada, a um tribunal da Espanha.

O crime ocorreu em janeiro de 2004, pouco depois de a britânica Karen Durell, então com 41 anos, ter se mudado da Grã-Bretanha para o balenário espanhol de Calpe, na costa mediterrânea espanhola.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


A britânica, que era divorciada e tinha dois filhos, desapareceu pouco depois de ter conhecido Durant. Na época, ele estava foragido, sendo procurado na Grã-Bretanha por tentativa de roubo à mão armada.

Leia mais:

Imagem de destaque
Estados Unidos

Cresce coro pela desistência de Biden, que encara momento crucial nesta quinta

Imagem de destaque
Preços até R$ 13.799

Samsung lança novos celulares dobráveis e fone de ouvido que faz tradução

Imagem de destaque
Diz ONU

Má gestão de resíduos promove doenças infecciosas, cardiovasculares, respiratórias e endócrinas

Imagem de destaque
Pessoas em situação de rua

Buenos Aires registra cinco mortes pelo frio em menos de um mês


Em uma busca no apartamento de Durell, a polícia encontrou sangue em uma banheira, além de facas manchadas de sangue e um serrote. O corpo jamais foi encontrado.

>> Leia reportagem completa na BBC Brasil


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade