Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Trégua parcial

Israel aprova cessar-fogo unilateral em Gaza

Agência Brasil
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

O governo israelense anunciou neste sábado (17) um cessar-fogo unilateral na Faixa de Gaza. A medida passa a valer a partir das 2h da manhã em Israel - 22h, no horário de Brasília.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

O gabinete de Israel aprovou uma proposta egípcia que obriga o Exército israelense a suspender seus ataques por dez dias, mas lhe dá o direito de permanecer em Gaza e manter as passagens fronteiriças fechadas.

Continua depois da publicidade


Ao anunciar oficialmente a decisão, o primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, ressaltou que o país deu uma demonstração de força no conflito e não descartou, de todo, revidar ataques.


"O Hamas não acreditava que Israel iria conduzir uma operação tão forte e bem organizada próximo às eleições. Se continuarem a nos atacar, mais uma vez serão surpreendidos pela determinação de Israel. Eu não sugiro que outras organizações terroristas nos testem", afirmou Olmert.


Para o grupo palestino Hamas, que não participou do acordo, o cessar-fogo precisaria incluir a retirada das tropas israelenses de Gaza e uma suspensão imediata do bloqueio imposto por Israel ao território.

Continua depois da publicidade


A trégua se dará após três semanas de ataques. Informações de serviços de saúde palestinos contabilizam a morte de pelo menos 1.107 pessoas. Outras 5,1 mil ficaram feridas desde o início da ofensiva, em 27 de dezembro. Do lado israelense, o Exército do país confirma a morte de 13 pessoas, três delas civis.

Somente na madrugada de hoje (17), o exército israelense lançou 50 ataques aéreos contra a Faixa de Gaza. Um deles atingiu uma escola das Nações Unidas em Beit Lahiya, no norte da região, que servia de abrigo para mais de mil pessoas.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade