Pesquisar

Canais

Serviços

Lula e Abdoulauye Wande, presidente do Senegal acenam a população de Dacar - Ricardo/Stuckert/PR
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Boa política

Lula pede perdão por escravidão imposta aos africanos

Redação - Folha News
14 abr 2005 às 11:15
Continua depois da publicidade

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu perdão aos africanos pelo sofrimento imposto no período da escravidão. "Não tenho nenhuma responsabilidade pelo que aconteceu nos séculos 16, 17 e 18. Mas penso que é uma boa política dizer ao povo do Senegal e da África: perdão pelo fizemos", disse ele durante visita à ilha de Gorée, a quatro quilômetros de barco da capital de Senegal, Dacar.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Nos séculos XVII e XVIII, Gorée era a base de onde os escravos partiam para outros países. Hoje tem 1.200 habitantes e um museu sobre a escravidão, conhecido como "escravaria". Lá existe o registro de que as crianças eram vendidas em troca de espelhos, e mulheres virgens ou homens com mais de 60 quilos, por um barril de rum.O presidente brasileiro também participa hoje de homenagem a soldados mortos nas primeira e segunda guerras mundiais.

Continua depois da publicidade


A visita à ilha de Gorée encerra a visita de quatro dias de Lula ao continente africano, iniciada no domingo. Camarões, Nigéria, Gana, Guiné-Bissau e Senegal foram os países visitados pelo presidente. Essa é a quarta viagem que o presidente faz à África desde a posse, em 2003. O retorno da comitiva ao Brasil está previsto para às 16h10, após a assinatura de atos bilaterais.

Informações da ABR


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade