Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Rio de Janeiro

MP terá página no Orkut contra apologia ao crime

Redação Folha de Londrina
04 abr 2007 às 20:55
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O Ministério Público vai entrar no Orkut. Em ofensiva contra a prática de atividades ilegais no site de relacionamentos, o Ministério Público do Estado do Rio (MP-RJ) selou um acordo com a empresa Google Inc. O MP terá uma página especial pela qual pedirá diretamente à empresa a retirada de conteúdo com apologia ao crime. A remoção terá de ser feita no máximo em um dia útil.

Além da retirada de conteúdo ilegal, uma equipe criada pela Google Inc. especialmente para atender aos pedidos do MP será responsável pela preservação de informações importantes para investigações. Os dados cadastrais dos usuários do Orkut serão armazenados por todo o período em que as contas estiverem ativas ou por mais tempo, se houver solicitação do MP. Durante seis meses, a empresa guardará também os endereços dos Protocolos de Internet (IP), uma espécie de ''impressão digital'' que permite a identificação do computador pelo qual o usuário acessou a rede.

Cadastre-se em nossa newsletter

O compromisso, anunciado nesta quarta-feira (04), valerá por todo o tempo em que o Orkut for oferecido no Brasil. O site de relacionamentos, no qual os usuários criam páginas pessoais, interagem e podem se agrupar em comunidades temáticas, é um serviço da Google Inc., empresa sediada nos Estados Unidos.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade