Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Após uma década na empresa

Pioneiro de IA pede demissão do Google para falar abertamente sobre a tecnologia

Ansa Brasil
02 mai 2023 às 16:40
- PixaBay
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O britânico Geoffrey Hinton, considerado o pioneiro da inteligência artificial, deixou seu cargo no Google com o objetivo de conseguir falar livremente sobre os riscos da tecnologia. O cientista de 75 anos trabalhou na gigante norte-americana por cerca de uma década, mas se demitiu pelas preocupações sobre o avanço da IA.


"O Google agiu com muita responsabilidade, mas deixei o cargo para poder falar sobre os perigos da inteligência artificial”, escreveu Hinton em suas redes sociais. O especialista apontou que o Chatbot tem condições de ultrapassar em breve o nível de informação de um cérebro humano.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade


Imagem
Pesquisadores descobrem mais antigo aglomerado de galáxias já observado
Formação foi avistada primeiramente pelo telescópio espacial Hubble, mas a descoberta foi confirmada com observações feitas pelo James Webb.


"No momento, eles não são mais espertos do que nós, até onde eu Sei, mas acho que podem ser em breve. Em termos de raciocínio, não é tão bom, mas já está fazendo raciocínios simples. Levando em conta o ritmo do progresso, esperamos que as coisas melhorem rapidamente”, afirmou o britânico em entrevista à BBC.

Leia mais:

Imagem de destaque
Em águas profundas

Nova espécie de lesma marinha é descoberta nas águas do Reino Unido

Imagem de destaque

Militar dos EUA morre após atear fogo em si mesmo ao lado da embaixada de Israel

Imagem de destaque
Jovens devolvidos ao Brasil

Argentina aperta cerco contra estudantes brasileiros sem visto e 'falsos turistas'

Imagem de destaque
Medidas de precaução

Argentina vive explosão de casos de dengue e invasão de mosquitos


Paolo Gentiloni, comissário da União Europeia para a Economia, comentou que a demissão de Hinton "relançou a discussão" sobre a inteligência artificial. "Existe um grande potencial, por exemplo, para a saúde, mas também possui seus riscos. À Europa segue trabalhando para colocar em prática regras mais efetivas”, explicou o italiano.

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade