Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Vencedores

Pulitzer premia livros sobre Palestina, feminicídio e biografia de King

Folhapress
08 mai 2024 às 10:54
- Divulgação
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O prêmio Pulitzer anunciou seus vencedores na segunda (6) e, entre os principais vencedores, estão uma biografia elogiada do ativista pelos direitos civis Martin Luther King e relatos baseados em histórias reais sobre racismo, escravidão e feminicídio.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
Lixo aumentando

Em 2050, pode haver mais plástico que peixe nos oceanos

Imagem de destaque
Por que esse nome?

'Lua Cheia de Morango' poderá ser observada a partir desta sexta; entenda o fenômeno

Imagem de destaque
Ação contra o governo britânico

Ativistas vandalizam pedras de Stonehenge, na Inglaterra, com tinta laranja

Imagem de destaque
Dia dos Pais

Kate Middleton homenageia príncipe William com imagem inédita e mensagem de amor

É sobre isso o único livro premiado que já saiu no Brasil, aliás. "O Invencível Verão de Liliana", vencedor na categoria de livros de memórias ou autobiografia, foi escrito pela mexicana Cristina Rivera Garza em torno da investigação sobre a morte de sua irmã. A obra foi publicada aqui pela Autêntica Contemporânea.

Publicidade


A biografia "King: A Life", de Jonathan Eig, tem sido encarada com o trabalho de maior estofo, com quase 700 páginas, sobre um dos grandes líderes antirracistas da história.


O tema do racismo ainda aparece em "Master Slave Husband Wife", também selecionado na categoria de biografias, sobre a jornada épica de um casal que foge da escravidão; na peça "Primary Trust", dramaturgia sobre um homem negro que procura emprego num fundo de investimentos; e em "No Right to an Honest Living", livro de história que acompanha os trabalhadores negros de Boston durante a guerra civil americana.

Publicidade


O conflito que dividiu os Estados Unidos também protagoniza a obra vitoriosa em ficção, "Night Watch", centrada no olhar de uma garota e sua mãe sobre os despojos da guerra no estado de Virginia.


O relato "A Day in the Life of Abed Salama", de Nathan Thrall, também toca em tema quente do noticiário ao contar a história real de um pai palestino que busca descobrir o que aconteceu com seu filho após um acidente no ônibus em que o menino estava, na Cisjordânia.

Publicidade


Veja a seguir a lista completa de livros premiados.

FICÇÃO

Publicidade


"Night Watch," de Jayne Anne Phillips


DRAMATURGIA

Publicidade


"Primary Trust," de Eboni Booth


HISTÓRIA

Publicidade


"No Right to an Honest Living: The Struggles of Boston's Black Workers in the Civil War Era," de Jacqueline Jones


BIOGRAFIA


"King: A Life," de Jonathan Eig

"Master Slave Husband Wife: An Epic Journey from Slavery to Freedom," de Ilyon Woo


MEMÓRIAS OU AUTOBIOGRAFIA


"O Invencível Verão de Liliana", de Cristina Rivera Garza


POESIA


"Tripas: Poems", de Brandon Som


NÃO FICÇÃO GERAL


"A Day in the Life of Abed Salama: Anatomy of a Jerusalem Tragedy", de Nathan Thrall


Imagem
Moradores de Londrina e região se unem para ajudar a população do Rio Grande do Sul
Em meio à tragédia, a solidariedade. No momento de tristeza e luto, a possibilidade da esperança. Mesmo a mais de mil quilômetros de distância, moradores de Londrina e de cidades da região têm buscado fazer a diferença na vida da população gaúcha.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade