Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Rio de Janeiro

Vaga de gari é tão disputada quanto curso de engenharia

Redação - Folha de Londrina
04 jul 2003 às 18:00
Continua depois da publicidade

Reflexo da elevada taxa de desemprego no país e da piora nas condições do mercado de trabalho, cerca de 131 mil pessoas se candidataram a vagas de gari no Rio de Janeiro.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Para receber um salário de R$ 430 mais R$ 180 em benefícios, os candidatos concorreram a 6 mil vagas de reserva da Comlurb (Companhia Municipal de Limpeza Urbana).

Continua depois da publicidade


A disputa é tão acirrada quanto para uma vaga no curso de Engenharia Mecânica na Unicamp, que teve neste ano 21,9 candidatos por vaga. A relação "candidato-vaga" para gari no Rio ficou em 21,8. É também mais fácil entrar em Arquitetura na USP e Medicina na PUC, que têm relação candidato-vaga de 16,72 e 17,22 respectivamente.


A profissão de gari, antes vista como uma ocupação não valorizada socialmente, agora ganhou status de emprego seguro.


Além de enfrentar filas que chegaram a dar voltar no Sambódromo para se candidatar, os inscritos ainda terão que passar por uma avaliação de massa corporal. Quem estiver fora do padrão, estará automaticamente eliminado.

Continua depois da publicidade


No último concurso, realizado em 2001, 44,5 mil pessoas haviam se inscrito. Destes, apenas 3.600 foram contratados.


A taxa de desemprego nas seis maiores regiões metropolitanas do Brasil atingiu 12,8% em relação a Pea (População Economicamente Ativa), a maior há 14 meses. No Rio, a taxa foi de 9,6%.

Segundo o IBGE, 505 mil pessoas estavam desempregadas e procurando emprego no período nessa região metropolitana. No país, o contingente de desocupados em busca de emprego chegou a 2,7 milhões.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade