Pesquisar

Canais

Serviços

Pedro Marconi/Grupo Folha
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Apagão

Criminosos furtam mais de 420 metros de fiação do viaduto da Dez de Dezembro

Pedro Marconi - Grupo Folha
13 jan 2022 às 16:30
Continua depois da publicidade

Quem passou pelo viaduto da avenida Dez de Dezembro com a Leste-Oeste, na área central de Londrina, entre quarta (12) e quinta-feira (13) encontrou a parte da cima da estrutura no escuro. O apagão foi resultado de um furto registrado ao meio dia de quarta, quando criminosos quebraram equipamentos de proteção para arrancar os cabos de iluminação. 

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Os bandidos acabaram presos logo depois pela GM (Guarda Municipal) nas proximidades do Marco Zero, quando tentavam fugir. Ao todo foram tirados mais de 420 metros de cabos, gerando um prejuízo para recuperação que passa dos R$ 3 mil. Segundo a Londrina Iluminação, os serviços de reparos tiveram início ainda na tarde de quarta-feira, continuando nesta quinta.  

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


A projeção da empresa é de que até a noite o viaduto esteja novamente com as luzes funcionando. “Não são só os cabos, porque têm outras partes danificadas e violadas. Infelizmente esse é um problema que ocorre e que ao invés de atendermos o que é rotineiro, temos que parar para fazer o conserto gerado pelos furtos”, lamentou Helder Cavalcante de Oliveira, gerente de Operação da companhia. 


No ano passado foram contabilizados mais de 24 furtos relacionados à iluminação pública na cidade, principalmente no centro. “Fizemos ações paliativas para diminuir. Alinhamos com a GM (Guarda Municipal) e policias Militar e Civil para nos ajudar no trabalho ostensivo e de investigação. Enquanto não pegar os receptadores vai ter quem vai roubar para vender”, destacou. 


Nas primeiras semanas desse ano já foram dois casos. Além da avenida Dez de Dezembro também foi furtado o padrão de energia do pontilhão da rua Clarice de Lima Castro, na zona norte. No local já foi feito o conserto.

Continua depois da publicidade


Leia esta e outras matérias na FOLHA.

Continue lendo