10/12/19
º/º
No Litoral

Preso suspeito de matar mulher em Guaratuba

A Polícia Militar (PM) de Guaratuba, no Litoral do Estado, prendeu, no sábado a tarde, José Carlos Alegre, de 49 anos, suspeito de ter matado Vânia Rodrigues França, 29, que estava desaparecida desde o dia 9 de abril e cujo corpo foi encontrado na última sexta-feira (13). O homem era namorado da vítima e o motivo do crime teria sido uma briga entre o casal. O suspeito não confessou o crime.

Vânia estava de férias na praia e estava desaparecida desde a última segunda-feira (9), quando saiu de casa de bicicleta, e não foi vista mais pela família. A PM encontrou a bicicleta em um local próximo ao Corpo de Bombeiros da cidade. Já o corpo da moça foi encontrado dentro de uma valeta no balneário Eliane, a 8 Km de distância. O corpo tinha sinais de violência. A perícia vai apurar se houve violência sexual.


Segundo informações da PM, o casal teria brigado porque Vânia tinha intenção de denunciar o namorado, que tem um mandado de prisão por latrocínio e era foragido da Justiça.

A morte de Vãnia, segundo a PM, não tem nenhuma relação com outros dois casos de assassinato de mulheres ocorridos no Litoral recentemente: de Laura Joice Antunes de Paula e da psicóloga Telma Fontoura.

Laura, que era esposa de um sargento da PM, morava em Pontal do Paraná e também saiu de casa de bicicleta, no dia 5 de março deste ano. O corpo dela foi encontrado dias depois também com sinais de violência.

Já em junho de 2010, a psicóloga Telma Fontoura, sobrinha do ator Ary Fontoura, saiu para caminhar pelo balneário de Shangri-lá, em Pontal do Paraná, onde passava férias. O corpo dela foi encontrado enterrado na orla entre os balneários de Shangri-lá e Barrancos. Um homem foi preso e, em novembro do ano passado, foi condenado pela morte dela em júri popular.
Redação Bonde
comentários
Continue lendo
Veja mais e a capa do canal