Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Sexta eleição municipal

Barbosa Neto diz ser nome do campo popular na corrida pela Prefeitura de Londrina

Douglas Kuspiosz - Especial para a Folha
11 abr 2024 às 12:00
- Roberto Custódio
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O ex-prefeito Homero Barbosa Neto (PDT) deverá seguir para sua sexta eleição municipal neste ano. O jornalista e empresário afirma que sua pré-candidatura não é “por aventura e vaidade” e que, passados 12 anos do fim do seu mandato, está mais maduro e preparado. 


Ele concedeu entrevista exclusiva à FOLHA nesta quarta-feira (10), ao lado do presidente do PDT de Londrina, Ricardo Moura.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Até pouco tempo, havia incerteza se Barbosa Neto realmente voltaria para a cena política local. O próprio ex-prefeito diz que havia decidido “nem participar das eleições”, mas que sua insatisfação com a forma como a cidade vem sendo conduzida e o quadro de pré-candidatos o fez mudar de ideia.

Leia mais:

Imagem de destaque
Acordo com MPPR

Ex-prefeito de Ivaiporã Pedro Papin vai devolver mais de R$ 1,3 milhão à Prefeitura

Imagem de destaque
Coronel do Exército

Alexandre de Moraes solta ex-assessor de Bolsonaro investigado por trama golpista

Imagem de destaque
Entenda!

Estudo avalia reduzir número de cidades da Região Metropolitana de Londrina

Imagem de destaque
Sai Alexandre de Moraes

André Mendonça, ministro do STF, é eleito para o TSE


“Vejo que não há uma candidatura popular, alguém que possa representar verdadeiramente os anseios do povo. Então, isso me motiva a voltar a ser prefeito de Londrina”, diz Barbosa Neto, que ressalta o papel do PDT como partido democrático. 

Publicidade


“O PDT tem sua militância, temos mais de três mil filiados. Não é um partido governista, não é um partido de oposição extrema, mas tem suas bases sólidas. Não é democrático apenas na sigla.”


Barbosa Neto foi eleito em 2009 após vencer o deputado federal Luiz Carlos Hauly na eleição suplementar do segundo turno. Em 2012, acusado de improbidade administrativa, foi cassado pela CML (Câmara Municipal de Londrina). Ele diz que foi vítima de uma armação política.


“É bom a gente frisar, talvez as pessoas não saibam, mas eu tenho orgulho dessa cassação, porque ela caiu em todas as instâncias superiores”, afirma o ex-prefeito. “Eu nunca fui afastado pela Justiça, nunca fui preso, nunca fui condenado, nunca usei tornozeleira eletrônica. Minha cassação foi uma armação política.”


Leia a reportagem completa na FOLHA DE LONDRINA:


Imagem
Barbosa Neto diz ser nome do campo popular na corrida pela prefeitura
Barbosa Neto fala sobre sua experiência, planos e propostas como pré-candidato à prefeitura de Londrina. Conheça suas ideias e perspectivas.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade