Pesquisar

Canais

Serviços

- Narjara Araújo/Câmara dos Deputados
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Corrida eleitoral

Deputado Filipe Barros confirma pré-candidatura ao governo do PR

Guilherme Marconi - Grupo Folha
26 jan 2022 às 19:37
Continua depois da publicidade

O deputado federal Filipe Barros (PSL) anunciou nesta quarta-feira (26) sua pré-candidatura ao governo do Paraná. Com a presença de Barros, três pré-candidatos devem mirar artilharia contra o governador Ratinho Junior (PSD), que liderava com folga a corrida à reeleição até então. Na semana passada, César Silvestri Filho havia migrado do Podemos para o PSDB com o mesmo objetivo. Já o ex-governador Roberto Requião (sem partido) ainda não definiu qual partido irá se filiar para concorrer ao governo na federação de esquerda e trabalhar para candidatura do ex-presidente Lula no Estado.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Fiel escudeiro do bolsonarismo, o deputado e ex-vereador de Londrina entrou na disputa após Ratinho Jr. se manter calado sobre o apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PL) nas eleições de outubro. O governador é do PSD, que nacionalmente tem no comando o ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab, que diz que terá candidato o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, mas que também costura indicar o vice na chapa de Lula. Outra hipótese de Ratinho Jr. é apoiar o Podemos de Moro, que é objetivo do senador Alvaro Dias. 

Continua depois da publicidade


Filipe Barros criticou a indefinição de Ratinho Junior. "Isso não existe na política, ou está do lado do Moro ou do lado do Lula ou do presidente Bolsonaro. O que não pode acontecer é o governador Ratinho Junior querer estar nos três palanques. Se o presidente precisar de um palanque, estamos à disposição e o presidente tem essa necessidade. Essa costura está em desenvolvimento e ganhará corpo nas próximas semanas. De que lado Ratinho Junior vai estar?", disse em entrevista à FOLHA.


Segundo o deputado, a candidatura não é apenas uma forma de pressionar o governador a sair de cima do muro. Barros disse acreditar na viabilidade do grupo político em crescer. "É uma consequência porque temos que ter uma chapa completa, incluindo candidato ao Senado. Para isso, nós precisamos de um candidato a governador e que precisa ser alinhado ao atual governo. O eleitor do Bolsonaro no Paraná já tem uma dificuldade de votar no Ratinho Jr. por inúmeras razões e todas nossas pesquisas apontam isso. Somado a isso, temos um governo inoperante, que até prefeitos aliados dele reclamam. Existe um vácuo de poder no nosso Estado", atacou Barros. 


Continue lendo na FOLHA

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade