Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Reformas

José Genoíno diz que é contra a paridade na Previdência

Bonde, com informações da Agência Brasil
17 jul 2003 às 09:56
Continua depois da publicidade

O presidente nacional do PT, José Genoíno, reafirmou na manhã desta quinta-feira sua posição contrária à da paridade dos reajustes nos salários de servidores aposentados e da ativa.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

"Eu considero a paridade, enquanto modelo de gestão da máquina pública, um princípio incorreto, sempre fui contra, mas vamos discutir com o Congresso e ouvir a opinião dos colegas", disse Genoíno. Apesar de ser contrário, o presidente do PT disse que a decisão final caberá ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Continua depois da publicidade


Com a paridade, sempre que os salários são reajustados para servidores da ativa, eles devem ser reajustados na mesma proporção para os aposentados.


A paridade nos reajustes, assim como a garantia de aposentadorias integrais para os atuais servidores e a contribuição dos inativos, está incluida no texto da reforma da Previdência.

Às 9 horas desta quinta-feira, o texto final deve ser discutido em uma reunião de Lula com representantes da base aliada no Congresso Nacional. Os ministros da Casa Civil, José Dirceu, e da Previdência Social, Ricardo Berzoini, também participam.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade