Pesquisar

Canais

Serviços

- Isac Nóbrega/PR
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Positivou

Moro anuncia que está com Covid e desmarca compromissos

Folhapress
15 jan 2022 às 15:54
Continua depois da publicidade

O ex-juiz Sergio Moro, pré-candidato à Presidência pelo Podemos, anunciou que recebeu diagnóstico de Covid-19 nesta sexta-feira (14).

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Continua depois da publicidade

Em rede social, Moro afirmou que remarcará compromissos e que vai cumprir protocolos de isolamento.
"Como havia tomado as três doses de vacina, estou sem sintomas", disse.


O fato de uma pessoa ter tomado as três doses, porém, não exclui a possibilidade de se apresentar sintomas.


"Vou cumprir os protocolos de isolamento e, por isso, alguns compromissos marcados terão que ser reagendados. A saúde de todos, sempre, em primeiro lugar. Cuidem-se!", completou o ex-juiz.

Continua depois da publicidade


Moro tem feito viagens pelo país e concedido entrevistas em preparação para a campanha eleitoral. Na quarta-feira (12), se reuniu em São Paulo com advogados para discutir medidas voltadas para a área jurídica em seu plano de governo.


Na segunda-feira (10), esteve no Rio, onde se reuniu com o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa. Na semana passada, foi à Paraíba e teve compromissos com lideranças locais.


No início da tarde desta sexta, Moro havia postado mensagem ironizando o grupo Prerrogativas e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), seu provável adversário na corrida presidencial.


"Vejo que o clube dos advogados pela impunidade quer debater. Desculpem, mas este é um clube do qual não quero participar. Mas debato com o chefe de vocês, o Lula, a qualquer hora, sobre o mensalão e o petrolão", após ser provocado pelo grupo para um debate público sobre o sistema de Justiça.


Nas últimas semanas, diversas outras lideranças políticas anunciaram que contraíram o vírus.


Entre elas, governadores, como Hélder Barbalho (MDB-PA) e Eduardo Leite (PSDB-RS), senadores, como Fabiano Contarato (PT-ES), e a ministra Damares Alves (Direitos Humanos).

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade