25/01/21
PUBLICIDADE
Confira

PF investiga suspeita de participação de Collor em lavagem de dinheiro

Setenta policiais federais participam de uma operação deflagrada nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (11), em Maceió (AL) e Curitiba (PR), para cumprir 16 mandados de busca e apreensão contra suspeitos de participação em um suposto esquema de lavagem de dinheiro.

Arquivo/Agência Senado
Arquivo/Agência <a href='/tags/senado/' rel='noreferrer' target='_blank'>Senado</a>


Um dos alvos da operação apelidada como Arremate é o ex-presidente da República, atualmente senador, Fernando Collor de Mello (Pros-AL). O cumprimento dos mandados de busca e apreensão foi autorizado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), já que o parlamentar tem foro especial por prerrogativa de função, ou seja, foro privilegiado, só podendo ser investigado com a autorização da Corte.

Segundo a Polícia Federal (PF), os investigados são suspeitos de adquirir imóveis em leilões de bens públicos realizados nos anos de 2010, 2011, 2012 e 2016. Ainda de acordo com a PF, os envolvidos recorriam a "laranjas”, pessoas que arrematavam os imóveis com o suposto propósito de ocultar os reais compradores.

A PF apura se a aquisição dos imóveis servia para ocultar e dissimular a utilização de recursos de origem ilícita e ocultar o patrimônio dos principais beneficiários do esquema. Investigadores estimam que, desta forma, os envolvidos movimentaram cerca de R$ 6 milhões (valores ainda não corrigidos).

Se confirmadas as suspeitas, os envolvidos poderão responder pelos crimes de lavagem de ativos, corrupção ativa, corrupção passiva, peculato, falsificação e por participação em organização criminosa.

O senador Fernando Collor de Mello (Pros-AL) afirmou estar indignado com o que classificou como uma tentativa de envolver seu nome na investigação.

"Estou indignado com a tentativa de envolver meu nome num assunto em que não tenho nenhum conhecimento ou participação. Trago a consciência tranquila e a certeza de que, mais uma vez, ficará comprovada a minha inocência”, escreveu o ex-presidente da República (1990-1992) nas redes sociais.
Agência Brasil
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Londrina

Casos de Covid podem bater recorde de dezembro, diz prefeito em live

24 JAN 2021 às 21h16
2º dia do ENEM

Paralisação de 35% da frota de ônibus prejudica estudantes de Londrina neste domingo

24 JAN 2021 às 10h38
Mais doses

Vacinas Oxford/AstraZeneca chegam a Londrina hoje

24 JAN 2021 às 10h22
Segundo protesto do dia

Manifestantes pedem impeachment de Bolsonaro no Calçadão

23 JAN 2021 às 17h49
Protesto em Londrina

Carreata pelo impeachment de Bolsonaro pede vacina para todos

23 JAN 2021 às 14h43
MADEIRA!

Árvore do Bosque Central cai e interdita via no centro de Londrina

23 JAN 2021 às 14h27
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados