17/02/20
32º/19ºLONDRINA
PUBLICIDADE
Além de multa

TRE cassa prefeito e vice no Paraná

A Corte do Tribunal Regional Eleitoral, na terça-feira (11), por maioria, deu provimento a recurso eleitoral interposto pelo Ministério Público Eleitoral contra a decisão proferida pela 32ª Zona Eleitoral de Palmas, para determinar a cassação do mandato de João de Oliveira e Nestor Mikilita, prefeito e vice-prefeito de Palmas, bem como à multa de R$ 10,6 mil por captação ilícita de sufrágio em violação ao artigo 41-A da mesma Lei 9.504/97.

Para o relator, desembargador Marcos Roberto Araújo dos Santos, "o forte vínculo político entre o autor da conduta e os candidatos beneficiados evidencia de forma plena que os mesmos tinham ciência da ilicitude" e "a configuração da captação ilícita de sufrágio não exige o pedido expresso de votos, bastando que as provas e os indícios acostados aos autos demonstrem o oferecimento de vantagem com a intenção de obter o voto".

Redação Bonde com TRE/PR
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
comentários
Continue lendo
Tradição na ladeira

'Corrida maluca' sobre rolimãs movimenta Cornélio Procópio

Entre Maringá e Astorga

Homem se acidenta ao pular de parapente

Mais uma chance!

Mega-Sena acumula e prêmio pode chegar a R$ 170 milhões

Veja mais e a capa do canal