Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Exame de próstata

Urologistas querem processar o Sargento Isidório

Simone Albieri - Folha News
04 abr 2005 às 18:44
Continua depois da publicidade

Pode chegar aos tribunais o caso do deputado estadual Manoel Isidório de Santana, (PT) o Sargento Isidório, que na semana passada usou a tribuna do plenário da Assembléia Legislativa da Bahia para protestar, segundo ele, de uma 'traumática experiência' no consultório de um urologista, onde se submeteu pela primeira vez a um exame de próstata. As informações são da AE.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Alegando que as repercussões do episódio correram o Brasil e amedrontaram eventuais pacientes que deveriam se submeter ao toque retal para a prevenção do câncer de próstata, a seccional baiana da Sociedade Brasileira de Urologia vai solicitar ao Legislativo estadual licença para processar o petista.


O presidente da entidade, médico Modesto Jacobino, disse que um paciente seu reclamou e se recusou a fazer o exame depois que Sargento Isidório disse ter visto 'estrelas' devido à suposta 'rudeza' do procedimento.


"Nosso receio é que essa declaração infeliz do deputado possa contribuir para a não-identificação precoce do câncer de próstata, aumentando o número de óbitos causados por essa patologia", disse, alegando que o petista prestou grande 'desserviço à Nação'.

Apesar da repercussão do protesto do deputado, os urologistas querem realizar uma sessão especial na Assembléia Legislativa para esclarecer melhor o assunto à população.


Compartilhar nas redes:

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade