Pesquisar

Canais

Serviços

Só podem participar do leilão empresas registradas como desmanche no cadastro do Detran/PR; os veículos vendidos não podem mais circular - Jorge Woll/AEN
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Sucatas

DER leiloa 359 veículos sem condições de uso em Curitiba

Redação Bonde
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) realiza nesta quinta-feira (11) o último leilão de sucatas e veículos intransitáveis do ano. Nesta etapa, que acontece no auditório da sua sede, em Curitiba, serão vendidos 359 veículos divididos em 46 lotes e que estão disponíveis nos postos da 2.ª Companhia do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), na região de Londrina.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Segundo a Agência Estadual de Notícias, esta é a sétima edição desde 2003. Podem participar apenas empresas registradas como desmanche no cadastro do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran).

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


Os interessados podem conferir cada um dos lotes nos postos da 2.ª Companhia do BPRv em Porecatu, Ibaiti, Mauá da Serra, Lidianópolis, Apucarana, Rolândia, Siqueira Campos, Santo Antônio da Platina, Andirá, São Sebastião da Amoreira, Sertaneja, Jaguapitã, Cornélio Procópio, Londrina e Cambará. Para quem não estiver na região, a relação e as fotos também estão no site do DER – www.der.pr.gov.br.


O leilão faz parte do processo de limpeza dos pátios da Polícia Rodoviária que vem sendo realizado desde 2003, quando foram feitos os primeiros levantamentos depois de 10 anos sem atividades. Os veículos vendidos são os que não foram reivindicados pelos proprietários e sofreram deterioração com a ação do tempo. A idéia é realizar ainda mais vendas por ano, para evitar o acúmulo de veículos nos pátios do BPRv.

Os valores arrecadados serão destinados ao pagamento de dívidas dos ex-proprietários dos veículos com o Estado, como o IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores), multas atrasadas e outros débitos acumulados durante o tempo de permanência nos pátios dos postos da Polícia Rodoviária.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade