21/01/21
PUBLICIDADE
Confira!

Detran-PR orienta sobre forma correta de transportar animais de estimação

AEN
AEN


O Detran-PR (Departamento de Trânsito do Paraná) reuniu orientações sobre a forma correta de transporte de animais de estimação e quanto às regras de segurança para fazer um passeio seguro e evitar infrações.


"Os animais são considerados membros da família. Por isso, o transporte em caixas específicas, o uso do cinto de segurança próprio e até mesmo os cuidados veterinários salvam a vida dos nossos companheiros. Devemos ser prudentes não apenas conosco, mas também com eles”, comenta o diretor-geral do Detran-PR, Wagner Mesquita.

Existem diversos dispositivos de segurança no mercado, utilizados para todo tipo de transporte: cintos de segurança com opções de peso e tamanho, cadeirinhas e caixas de transporte, também vendidas de acordo com o tamanho.

Carro

Transportar animais soltos no carro e à esquerda do motorista ou no colo, além de prejudicar a direção defensiva é também considerado infração de trânsito de acordo com o art. 252, inciso II do CTB (Código de Trânsito Brasileiro). Outros cuidados também são necessários, como não manter o animal sozinho ou dentro do carro e levar água e comida para os pets durante a viagem.

Quem for pego transportando animais de forma irregular é multado. A infração pode ser considerada média ou grave, dependendo da maneira que o animal estiver no veículo. A multa pode variar entre R$ 130,00 e R$ 186,00, além do carro ficar retido até a regularização da situação do pet.

Avião

O transporte de animais em viagem aérea é cobrado à parte. Na maioria das vezes é necessário reservar a passagem com antecedência, pois o número é limitado.

É também obrigatória a apresentação do atestado de saúde e carteira de vacinação do animal, que deve estar em caixa própria, revestida com material que contenha e absorva urina e fezes, para evitar o vazamento durante o transporte.

Cada país tem sua regra para transporte e recebimento de animais, por isso, é preciso consultar com antecedência para não ter problemas na hora do desembarque.

Ônibus

Para o transporte rodoviário são necessárias duas providências: comprar uma passagem para a viagem do pet e apresentar atestado veterinário que indique que ele está apto a viajar, ou seja, está em boas condições de saúde. O animal deverá estar em uma caixa apropriada e é necessário consultar as regras da empresa para esse tipo de transporte.

Cães guia não necessitam do pagamento das passagens.

Motos e bicicletas

Para transportar o pet em motos ou bicicletas é preciso garantir que estejam seguros e confortáveis durante o trajeto. Não existe legislação que proíba o transporte, porém, a falta de segurança, falta de atenção e falta de cuidados indispensáveis à segurança, configura-se infração conforme o CTB (Código de Trânsito Brasileiro).
AEN-PR
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Fique ligado

Detran-PR estabelece novos prazos para serviços de trânsito

09 DEZ 2020 às 10h33
Novas leis de trânsito

Cadastro Positivo promete benefícios fiscais para bons motoristas

08 DEZ 2020 às 10h34
Dica de manutenção

Saiba a hora certa para a troca do óleo do seu veículo

07 DEZ 2020 às 11h04
Dica de manutenção

Viagem de moto: 5 itens para revisar antes de pegar a estrada

07 DEZ 2020 às 09h50
Novidade

Audi lança versão reestilizada do A4 no mercado brasileiro

04 DEZ 2020 às 11h45
Setor desarrumado

Pandemia causa fila de espera por carro zero e falta de usados

04 DEZ 2020 às 11h33
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados