04/04/20
32º/19ºLONDRINA
PUBLICIDADE
Automático

Novo Chery Arrizo usa câmbio de nove marchas para ficar mais econômico

Carros automáticos começaram a ser popularizar no início da década de 1990, quando as importações de veículos, suspensas desde 1976, foram retomadas. Naquela época, ter quatro marchas era algo moderno. Hoje, as caixas mais comuns têm seis velocidades. Mas algumas marcas vão além.

Divulgação
Divulgação


A Chery lançou nesta semana o sedã Arrizo 5 com câmbio automático do tipo CVT, que simula nove marchas. Mas se sete já parecia ser bastante, por que nove? A resposta está no ganho de eficiência energética.

O novo câmbio proporciona rotações mais baixas do motor na estrada e também em algumas situações no trânsito urbanos. Com isso, há uma distribuição mais eficiente da força, que leva à redução no consumo de combustível.

Há mudança de componentes, mas o trabalho de simular as trocas é basicamente feito pela eletrônica. De fato, um câmbio tipo CVT não teria passagens de marchas.

Divulgação
Divulgação


Ao criar um novo escalonamento virtual, a Chery conseguiu deixar o Arrizo 5 mais esperto. O motor 1.5 turbo flex ganhou torque e manteve a potência de 150 cv quando abastecido com etanol.

Em um teste de 60 quilômetros por rodovias no interior de São Paulo, o sedã se destacou nas retomadas. Caso fosse colocado lado a lado com rivais da mesma faixa de preço (a partir de R$ 74,6 mil), é provável que o modelo de origem chinesa largasse na frente. Seus rivais diretos são Volkswagen Virtus TSI, Honda City e Toyota Yaris.

Ajustes

Mas o Arrizo 5 leva desvantagem na hora de achar uma boa posição ao volante. Falta regulagem de profundidade da coluna de direção e o ajuste de altura do assento do motorista poderia ter mais amplitude. Outro ponto que pode melhorar é o quadro de instrumentos, que tem algarismos pequenos.

Divulgação
Divulgação


Os detalhes, no entanto, não diminuem o brilho do conjunto formado por motor e câmbio. A caixa de nove marchas caiu bem no carro, que agora é vendido nas versões RT e RTS. A opção mais cara (R$ 83,6 mil) é equipada com seis airbags e teto solar.
Freio de mão eletrônico e rodas de 17 polegadas são itens de série em todos os Arrizo 5 2021.
Folhapress
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Conteúdo relacionado:
Utilitário cupê
BMW X6 chega por meio milhão e tem grade iluminada
Na Tomada
Novo Fiat 500 tem motor elétrico e vem ao Brasil no final de 2020
Oitava geração
Novo Golf GTI chega com 245 cv, mas pode ficar longe do Brasil
Continue lendo
Contra o vírus
Cuidados para quem vai usar carros compartilhados durante a pandemia
03/04/2020 09:48
Tudo fechado
Marcas estendem garantia e prazo de revisão de veículos
02/04/2020 09:44
Crise
Pandemia derruba venda de veículos em março, e abril será pior
02/04/2020 08:55
Crise
Fiat adia lançamentos por causa da pandemia
01/04/2020 08:35
Higiene contra o vírus
Como limpar seu carro do jeito certo durante a pandemia
31/03/2020 11:39
Veja mais e a capa do canal