28/10/20
PUBLICIDADE
Painel 3D

Peugeot 208 aposta em tecnologia para justificar preços mais altos

Divulgação / Peugeot
Divulgação / Peugeot


Após pressionar o botão de partida, o novo Peugeot 208 se apressa em revelar o painel em 3D. O velocímetro digital aparece em destaque, e as outras informações ficam em segundo plano. O segredo está em pequeno projetor, que exibe suas imagens em uma tela transparente. A tecnologia está disponível a partir da versão Allure, que custa R$ 89,5 mil.


A versão mais em conta chama-se Active e é anunciada por R$ 75 mil. Seu painel é tradicional, com ponteiros analógicos combinados a um visor digital. Os principais itens de série são o câmbio automático de seis marchas e a central multimídia com Apple Carplay e Android Auto.

Há também rodas de liga leve aro 16, ar-condicionado e quatro airbags.

Passada a fase de encantamento, vem a dureza dos fatos. O Peugeot preserva o motor 1.6 flex (118 cv).

Divulgação / Peugeot
Divulgação / Peugeot


Os números do teste Folha-Mauá mostram que o desempenho se equipara ao das versões 1.5 de Honda Fit e Toyota Yaris, mas não dá para acompanhar o ritmo do turbinado Volkswagen Polo 1.0 TSI.

Para roubar clientes dessa turma, a Peugeot oferece tecnologia, acabamento mais refinado e um pacote de segurança que, na versão testada Griffe (R$ 95 mil) traz sistema de frenagem automática de emergência e leitor de faixa que avisa caso o motorista invada a pista ao lado.

Há um leitor de placas, que reconhece os números e evita que o motorista acelere além do permitido.

Divulgação / Peugeot
Divulgação / Peugeot


Quem conhece a rigidez de antigos modelos Peugeot pode estranhar a suavidade ao rodar, mas a proposta de agora é fazer um carro para o grande público.

Segundo as pesquisas da marca francesa, a possível clientela está mais preocupada com tecnologias e comodidades do que ansiosa por bater recordes de aceleração. Apesar da idade, o motor 1.6 flex se encaixa bem no compacto. Um pouco mais de força nas retomadas cairia bem.

No banco traseiro, vão para as pernas é limitado. O porta-malas também não é dos maiores: tem 265 litros de capacidade reforçando o caráter mais urbano.
Folhapress
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Oportunidades

Leilão de carros: 5 dicas para comprar e evitar golpes

28 OUT 2020 às 10h09
Versão única

Mercedes lança no Brasil o GLB, utilitário esportivo de luxo

27 OUT 2020 às 11h14
Mais acidentes

Seguro DPVAT: pedidos de indenização aumentam 6% em setembro

26 OUT 2020 às 10h13
Dica de manutenção

Saiba a hora certa de trocar o fluido de freio do seu carro

23 OUT 2020 às 11h03
Novos desafiantes

Volkswagen Taos e Toyota Corolla Cross entram na disputa dos SUVs

22 OUT 2020 às 09h45
Na Europa

Renault Kwid ganha versão de baixo custo com motor elétrico

21 OUT 2020 às 10h01
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados