15/07/20
24º/16ºLONDRINA
PUBLICIDADE
Efeito delivery

Procura por motos de baixa cilindrada cresce na pandemia

A busca por motocicletas de baixa cilindrada cresceu com o avanço da pandemia da Covid-19. De acordo com a OLX Brasil, empresa de anúncios via internet, houve um aumento de 10% na procura pelos modelos mais usados para entregas. A comparação foi feita entre os meses de abril deste ano e de 2019.

Divulgação
Divulgação


Marcos Leite, vice-presidente da OLX Brasil, diz que a demanda se deve aos serviços de delivery, essenciais durante o isolamento social. Segundo ele, as vendas de motos pequenas (novas e usadas) anunciadas na plataforma cresceram 4% na primeira semana de maio em relação ao mesmo período do ano passado.

O modelo mais procurado é a Honda CG 150, que respondeu por 40% das negociações em abril. Cerca de 40 mil unidades foram comercializadas por meio da plataforma e janeiro a maio de 2020. Essa versão foi feita até 2015, quando foi substituída pela CG 160.

No portal Webmotors, do banco Santander, a procura por motos de 100 cc a 150 cc teve aumento neste mês de maio. Em comparação a janeiro, houve uma alta de 67%.

O interesse repentino reflete o desgaste das motocicletas compactas com o uso severo dos entregadores. Muitos ingressaram no segmento devido à crise e não têm conhecimento técnico sobre seus veículos, o que leva a descuidos com a manutenção, como postergar a troca do lubrificante.

Haydeu Queiroz, gerente técnico da Castrol, explica que os motores das motos trabalham em rotações mais altas que o dos carros de passeio.

Nos modelos de baixa cilindrada, em geral, o óleo cumpre mais tarefas: além de garantir o funcionamento do motor, circula pela caixa de marcha e pelo sistema de embreagem. Esse é um dos motivos de haver diferenças em relação aos lubrificantes usados em carros, explica o especialista.

"O lubrificante utilizado nas motos, em qualquer situação de serviço, incluindo o uso diário e intenso por profissionais de entrega, precisa atender às especificações prescritas pelo fabricante quanto ao período de troca", diz Queiroz.

Segundo a Castrol, há cerca de 23,5 milhões de motocicletas em circulação no Brasil. O segmento seguia em recuperação após um longo período de queda nas vendas, até que foi afetado pela pandemia.

O movimento no setor de entregas, contudo, deve fazer o mercado das duas rodas sofrer menos que o dos automóveis.
Folhapress
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Conteúdo relacionado:
Opção de entrada
Volkswagen lança Nivus como aposta para o segmento de SUVs compactos
Surpresa sul-coreana
Discreto nas vendas, Kia Cerato é mais rápido que Corolla e Civic
Manutenção preventiva
Itens importantes para checar na hora da revisão da motocicleta
Continue lendo
Entenda a mudança
Nova gasolina chega aos postos em agosto e deve reduzir consumo
14 JUL 2020 às 10h06
Confira
Professor de engenharia dá dicas de cuidados com carros e motos durante período de isolamento
10 JUL 2020 às 16h51
Outlander Sport
Mitsubishi ASX ganha novo visual e troca até de nome
09 JUL 2020 às 11h15
Reestilização
Honda Civic Si 2021 chega com mais equipamentos e nova central multimídia
08 JUL 2020 às 09h34
Efeito coronavírus
Carros pequenos lideram vendas durante pandemia; mercado cai 38,2%
07 JUL 2020 às 10h19
Pequena retomada
Produção de automóveis puxa alta na indústria durante a pandemia
02 JUL 2020 às 11h30
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados