29/09/20
°/°
PUBLICIDADE
Viagem de avião

Saiba como evitar a dor de ouvido em pousos e decolagens

Quando o passageiro viaja de avião, é comum sentir algum desconforto no ouvido. Isso acontece geralmente na decolagem e no pouso devido a uma mudança brusca na pressão do ar. Além disso, outros incômodos podem vir junto, como dores de cabeça, dores no nariz e mal-estar.

Reprodução/Pixabay
Reprodução/Pixabay


Segundo Denise Ribas, otorrinolaringologista do Hospital Otorrinos Curitiba, a dor deve ser passageira e se resolver sozinha. Portanto, se as dores durarem mais que dois dias, é preciso que o passageiro procure um especialista.

"A mudança brusca de pressão pode ocasionar um processo patológico traumático e inflamatório no ouvido médio, que necessita de tratamento clínico. Além disso, quem tem muito desconforto, mesmo que só durante a viagem, deve investigar doenças nasais obstrutivas, otites crônicas, insuficiência tubária, dentre outras”, explica a médica.

Como funciona o ouvido - Para saber por que o ouvido dói em viagens de avião, é preciso entender um pouco como ele funciona.

Em linhas gerais, o ouvido externo é separado do ouvido médio pela membrana timpânica. A pressão do ouvido médio deve ser igual à pressão do meio externo em que vivemos. A tuba auditiva (um canal osteocartilaginoso) comunica o ouvido médio com a região posterior do nariz (nasofaringe) e é a responsável por manter o equilíbrio da pressão do ar entre os dois lados da membrana timpânica. Além disso, a tuba auditiva também é responsável pela drenagem das secreções do ouvido médio para o nariz.

Durante a decolagem ocorre diminuição da pressão ambiental, levando a saída abrupta de ar da orelha média pela tuba auditiva. Na descida ocorre o inverso, necessitando-se de que nessa situação a tuba auditiva permaneça aberta.

Como evitar a dor de ouvido no avião - Como apontado, é normal sentir dores de ouvido durante o pouso e a decolagem. Entretanto, existem alguns passos que, se seguidos, podem evitar a condição. Para isso, a médica Denise listou as principais ações.

A maneira mais comum de fazer entrar ar pela tuba auditiva é deglutir, já que a deglutição faz com que o ar circule pela via aérea. Deve-se mascar chicletes, tomar algum líquido ou comer alguma coisa durante a decolagem e o pouso do avião.

Além disso, uma outra maneira de evitar a dor de ouvido é forçar a entrada de ar para tuba através da Manobra de Valsalva - que consiste em assoprar com a boca e nariz trancados. O ar sob pressão entra na tuba auditiva e consequentemente equaliza a pressão;

Por último a técnica indicada é manter o nariz sempre bom para respirar, inicialmente com uso de soro fisiológico nasal 0,9% em spray - que consiste na lavagem nasal. Além disso, é importante tratar eventuais resfriados e rinossinusites antes da viagem, e eventualmente utilizar gotas com vasoconstritor (que auxilia a potência nasal e consequentemente melhora a função tubária).
Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Prevenção
Veja 5 dicas para deixar seu carro seguro e higienizado na pandemia
28 SET 2020 às 10h23
Uso consciente
Dia Mundial sem Carro levanta debate sobre impacto ambiental
22 SET 2020 às 10h29
Compensação
Lojistas estão aumentando lucro na venda de usados, diz estudo
21 SET 2020 às 10h43
Hatch aventureiro
Honda WR-V tem nova versão e mais equipamentos para ganhar fôlego
18 SET 2020 às 10h34
Conscientização
Semana Nacional de Trânsito começa em todo o país nesta sexta-feira
18 SET 2020 às 09h35
Efeitos da pandemia
Volkswagen e sindicato fazem acordo para demissão voluntária no ABC
16 SET 2020 às 09h02
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados