26/11/20
PUBLICIDADE
Tendência

Vendas online podem transformar indústria automobilística

Pixabay
Pixabay


As compras online já fazem parte do cotidiano da maioria das pessoas, em diversos setores. No segmento automotivo, essa digitalização ainda não aconteceu, já que a comercialização de automóveis continua apresentando alta dose de complexidade e falta de transparência. Neste contexto, o que precisa mudar para que uma pessoa possa comprar um carro de forma 100% online?


Hoje, no Brasil, existem 21 marcas que concorrem na venda de carros leves e quatro mil concessionárias oficiais que distribuem esses veículos aos clientes finais. Segundo a Karvi, plataforma internacional de vendas de carros, 95% dos clientes passam mais de quatro horas procurando informações sobre carros na internet, 80% combinam pesquisa on e off-line, 40% comprariam um carro de forma online e 5% dizem que nem precisam ver o carro fisicamente para fazer a compra.

"A indústria automobilística precisa mudar”, afirma Matías Fernández Barrio, CEO e cofundador da Karvi.

Analisando este cenário, a Karvi elencou cinco tendências para o futuro das vendas online de carros.

1. Processo de compra mais fácil

Para facilitar a compra, as empresas precisarão disponibilizar mais conteúdo no estágio de descoberta do produto e fornecer informações claras e transparentes na fase de transação, incluindo a retirada de carros usados como parte de pagamento. Inspirados em sistemas já usados em videogames, as tecnologias automotivas passarão a ser baseadas em experiências de realidade aumentada e virtual, possibilitando que, em poucos cliques, o comprador visualize opções de cores, equipamentos e especificidades mecânicas.

2. Estoque integrado em tempo real

Assim como acontece com hotéis e passagens aéreas, os carros que estão em estoque no terminal ou em cada uma das concessionárias serão refletidos 100% em tempo real nas plataformas digitais.

3. Os preços terão referências específicas

O cliente saberá exatamente os valores médios que são pagos por cada versão, em cada cidade. Não haverá custos ocultos e surpresas na hora de fechar o negócio.

4. Test drive em casa

Os clientes poderão testar os carros em suas próprias casas e devolvê-los sem nenhum custo. Isso vai inspirar mais confiança para a transação digital. A customização do test drive também ganhará uma nova perspectiva, unindo a praticidade do celular e a imaginação do público, proporcionando uma pré-visualização do carro em casa ou no trabalho.

5. Serviços agregados

Financiamento e seguro serão integrados à proposta, levando em consideração as informações de cada pessoa, ou seja, propostas financeiras sob medida.

Historicamente, as montadoras competiam principalmente pelos avanços e tecnologia de seus veículos. Já as concessionárias, pela cobertura geográfica e presença física nas lojas. Hoje, mais do que nunca, um novo caminho começa a ser trilhado. A grande diferença é que agora as regras do jogo são definidas pelo consumidor digital
Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Novos prazos

Motoristas com CNH vencida em 2020 poderão renovar em 2021

26 NOV 2020 às 09h31
Situação indefinida

Consórcio do DPVAT é dissolvido e seguro pode zerar em 2021

25 NOV 2020 às 11h38
Visual conservador

Honda apresenta conceito para a 11ª geração do Civic

24 NOV 2020 às 11h39
Evolução

Toyota Hilux 2021 tem novos equipamentos e motor mais potente

24 NOV 2020 às 10h20
Está chegando

Jeep prepara nova versão do Compass com visual reformulado

23 NOV 2020 às 11h24
Dica de manutenção

Saiba identificar o óleo lubrificante ideal para seu carro

20 NOV 2020 às 10h26
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados