28/07/21
PUBLICIDADE
Esclareça suas dúvidas

Qual a diferença entre limpeza, higienização, sanitização, desinfecção e esterilização?

Com a pandemia do novo coronavírus, surgem diversas dúvidas a respeito de como efetuar a higienização adequada dos ambientes e quais os procedimentos mais indicados, justamente pela limpeza ser uma das principais maneiras de conter a proliferação do vírus. Neste contexto, o químico Miguel Sinkunas, Conselheiro da Associação Brasileira do Mercado de Limpeza Profissional (Abralimp) e Thiago Lopes, membro do Conselho Técnico da Abralimp, trazem orientações a respeito e explicam as diferenças entre os conceitos de limpeza, higienização, desinfecção, sanitização e esterilização.

Divulgação
Divulgação


De acordo com eles, limpeza é a remoção da sujeira de superfícies. Se utilizar um produto químico no processo convencional de limpeza, com esfregação e enxágue, há uma redução de até 60% de microbiologia. Somente a limpeza não é o suficiente para eliminar vírus e bactérias.

O processo de desinfecção de um ambiente consiste no uso e na aplicação de um desinfetante de uso geral, produto que busca eliminar das superfícies 99,999% dos germes, bactérias e vírus, assim como o Sars-CoV-2, causa da Covid-19, reduzindo-os a níveis não patogênicos, com um tempo médio de contato de 10 minutos.

Já a higienização, explica Sinkunas, corresponde ao processo que envolve a limpeza seguida da desinfecção. "Quando se fala em realizar uma higienização, você pode entender que a pessoa está fazendo uma limpeza, retirando as sujidades do ambiente, e que na sequência irá aplicar desinfetante, realizando uma desinfecção”, explica.

A sanitização, por sua vez, é mais apropriada à indústria alimentícia e prevê o uso de sanitizantes específicos, que eliminam níveis de componentes microbiológicos. Esse processo não se aplicaria ao dia a dia, pois obedece a regras diferentes da desinfecção.

Esterilizar um ambiente significa efetuar a eliminação total de germes, inclusive seus esporos, por meio de processos físicos ou químicos bastante agressivos e restritos. É um processo utilizado em situações em que é necessária a máxima segurança, como em salas cirúrgicas de hospitais ou em locais de biossegurança, com a eliminação total dos microrganismos.

Para ambientes residenciais e empresas em geral, os especialistas recomendam o processo de higienização, ou seja, uma limpeza seguida de desinfecção.
Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
Continue lendo
Sem reforma!

Como decorar uma casa alugada? Quatro dicas para você explorar

28 JUL 2021 às 15h12
Casa pequena?

Dicas para ampliar seu ambiente com espelhos

27 JUL 2021 às 15h43
Evite problemas no futuro

Onde não é indicado instalar piso vinílico?

26 JUL 2021 às 15h09
Chega de perrengue

Mora sozinho? Veja cinco eletrodomésticos para você não passar mais sufoco

24 JUL 2021 às 10h00
Mudança de visual

Tons pastéis garantem uma decoração mais acolhedora e madura

22 JUL 2021 às 16h58
Pau para toda obra

Madeira garante estética atemporal e sólida na decoração

21 JUL 2021 às 14h34
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados