18/01/21
PUBLICIDADE
Mundo

Livro escolar com conteúdo mais fácil para meninas gera polêmica

Um livro escolar está causando polêmica na internet desde a última quarta-feira, 23. Imagens da publicação Bloco de Atividade, da editora portuguesa Porto, causaram revolta ao mostrar versões diferentes de atividades para meninos e para meninas.

Os problemas já começam na capa da publicação, que utiliza a cor azul para a edição dos garotos e rosa para as garotas.


Organizações de igualdade de gênero começaram a folhear os livros e descobriram outras discrepâncias entre as edições: as atividades do livro dos meninos eram geralmente mais complexas e envolviam atividades ao ar livre enquanto no das meninas os exercícios eram de dificuldade muito inferior e a temática era de trabalhos domésticos como limpeza e passar roupas.

As reclamações chegaram até a Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Gênero, um órgão ligado ao poder Executivo de Portugal, que lançou comunicado recomendando a retirada dos livros das lojas.

milanvirijevic//Thinkstock
milanvirijevic//Thinkstock


"Esta editora, ao optar por lançar duas publicações com atividades que diferenciam cores, temas e grau de dificuldade para meninos e meninas acentua estereótipos de gênero que estão na base de desigualdades profundas dos papéis sociais das mulheres e dos homens", justifica a comissão ao tentar impedir a circulação dos livros. Machismo na escola: Como esse comportamento interfere a vida adulta

A editora se defendeu, dizendo que as publicações não têm caráter discriminatório.

"Estas edições, publicadas em julho de 2016, têm como objetivo desenvolver determinadas competências essenciais em idade pré-escolar, nomeadamente a atenção e a concentração. Foram concebidas com cuidado editorial e pedagógico, apresentando um trabalho gráfico que procura envolver e motivar os mais novos a adquirir e consolidar as aprendizagens", disseram.

A editora afirmou, ainda, que as imagens que circulam na internet não mostram atividades mais "complexas" oferecidas às meninas.
Com informações da Revista Exame
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Contramaré

Pesquisa aponta que usar redes sociais não é sinônimo de socializar para os jovens

16 JAN 2021 às 12h35
Passaporte para uma identidade

Após terminar relacionamento abusivo, paranaense viaja 40 países antes dos 40 anos

16 JAN 2021 às 01h00
Saúde mental

Pandemia multiplica o número de psicólogos que atendem on-line

15 JAN 2021 às 11h42
Hidratre-se!

Verão exige cuidados especiais com a saúde

15 JAN 2021 às 11h27
Não era amor, era cilada!

Como sair de um relacionamento tóxico?

15 JAN 2021 às 10h40
Notícia boa!

Mulheres dominam na produção da Coronavac

15 JAN 2021 às 08h59
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados