26/02/21
PUBLICIDADE
Fique atento

Exposição ao sol é o principal fator de risco do câncer de pele

Reprodução/ Freepik
Reprodução/ Freepik


Os casos de câncer de pele no Brasil são preocupantes e correspondem a 33% de todos os diagnósticos da doença no país por ano, segundo a SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia). Os números de incidência do câncer de pele são maiores do que os de próstata, mama, cólon e reto.


A dermatologista Silvana Coghi, do Hospital São Camilo, explica que a doença é provocada pelo crescimento anormal e descontrolado das células que compõem a pele. Segundo ela, as células se dispõem formando camadas e os diferentes tipos de câncer são definidos de acordo com as que forem afetadas. "Quanto mais profundo o câncer de pele, mais vai aumentando o grau dele e a chance de metástase [quando o câncer se espalha pelo corpo]", disse.

O tipo mais comum é o carcinoma, responsável por 177 mil novos casos por ano.

O dermatologista e coordenador do departamento de oncologia da SBD, Renato Marchiori Bakos, falou que os carcinomas surgem mais em regiões do corpo expostas ao sol, como rosto, pescoço, antebraço e tronco.

O câncer de pele mais raro e letal é o melanoma, que atinge 8.400 casos por ano, de acordo com o Inca (Instituto Nacional de Câncer).

Bakos explica que em geral esse câncer tem aparência de uma pinta ou sinal na pele com tons mais escuros, que mudam de formato e podem causar sangramento. As chances de cura dele são de 90% quando diagnosticado precocemente.

Além da exposição solar excessiva e sem proteção desde a infância e adolescência, os médicos alertam para outros fatores de risco que levam a maior propensão para a doença, como ter pele, cabelos e olhos claros; sardas, histórico da doença em família, possuir muitas pintas e exposição a câmaras de bronzeamento artificial. Segundo Silvana, pessoas com sardas no corpo têm uma pele mais sensível ao sol e os raios ultravioleta. "É muito importante avaliar as pintas frequentemente, pegar elas desde o início, porque as chances de cura são muito maiores", alerta.

As pessoas devem ficar atentas a manchas ou feridas que não cicatrizam, apresentam coceira, crostas e sangramento; pintas que mudam de cor, tamanho e textura; lesão na pele de aparência elevada.
Folhapress
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
'Seguro da fertilidade'

Tire suas dúvidas sobre o processo de congelamento de óvulos que Gabriela Pugliesi se submeteu

25 FEV 2021 às 19h15
Sonhos

O que significa sonhar com discussão?

25 FEV 2021 às 17h15
Moda crescente

Bandana vira acessório indispensável do BBB e causa revolta nas redes sociais

25 FEV 2021 às 14h58
Novamente

MP cobra higienização e medidas contra aglomeração nos ônibus de Londrina

25 FEV 2021 às 11h57
Entenda

Legislação brasileira não prevê toque de restrição, afirma jurista

25 FEV 2021 às 09h24
Entenda

TikTok derrubou 7,5 milhões de vídeos no Brasil no segundo semestre

25 FEV 2021 às 09h04
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados