Pesquisar

Canais

Serviços

- Pixabay
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Alerta

Acidentes de trânsito estão entre as principais causas de fratura da coluna e lesão de medula em pacientes jovens

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
02 mai 2022 às 19:14
Continua depois da publicidade

O Brasil registrou mais de 878 mil acidentes envolvendo veículos no último ano. Foram cerca de 1,3 milhão de feridos e 20 mil mortes em todo o país, segundo o Registro Nacional de Acidentes e Estatísticas de Trânsito (Renaest), da Secretaria Nacional de Trânsito. Por trás dos números, estão as consequências. Acidentes de alta energia, como os que envolvem carros e motocicletas, são as principais causas responsáveis por fratura da coluna e lesão da medula em pacientes jovens.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Para o médico ortopedista especialista em cirurgia da coluna, Antônio Krieger, a imprudência ainda é a principal causa de acidentes de trânsito graves que podem levar a traumas graves na coluna vertebral.

Continua depois da publicidade

"A principal causa de fratura da coluna e lesão na medula em pacientes jovens são traumas de alta energia, como os acidentes de carro e moto. Nesse maio amarelo, nós alertamos a necessidade da prevenção de acidentes automobilísticos que podem trazer consequências como a tetraplegia e paraplegia”, reforça o especialista.

De acordo com o levantamento, a maior parte dos envolvidos (69%) são homens, principalmente na faixa etária entre 18 e 44 anos. Mulheres representam apenas 23,4% das vítimas de acidentes de trânsito.

Continua depois da publicidade

A omissão de dados disponíveis no Renaest não permite traçar um perfil detalhado das lesões causadas pelos acidentes. Quase 50% dos casos apresentam gravidade “desconhecida” ou “não informada”. Porém, foram registradas 67.122 vítimas com lesões graves em todo o país.

"A direção embriagada, distraída pelo uso de celular ou o excesso de velocidade são grandes vilões na causa desses acidentes. É preciso pedir conscientização dos seus familiares e pessoas à sua volta para evitar este tipo de tragédia”, diz Krieger.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade