Pesquisar

Canais

Serviços

- Pixabay
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Você tem um sonho?

Aposentadoria é oportunidade para correr atrás dos sonhos

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
11 set 2019 às 14:14
Continua depois da publicidade

Não saber o que fazer após a aposentadoria é um dos motivos pelos quais alguns indivíduos ficam desanimados. Inclusive, segundo estudo de 2013 do Institute of Economics Affairs, no Reino Unido, a chance de desenvolver depressão aumenta 40% nessa fase da vida. Boa notícia é que essa pode ser uma oportunidade para planejar e correr atrás dos sonhos, afinal, nunca é tarde para conquistá-los.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Para manter a saúde nesse período, Gisa Azeredo, terapeuta comportamental e coach, destaca que é importante ocupar a mente com hobbies ou atividades que a pessoa goste e a faça feliz, a exemplo de pintura, cinema e trabalho voluntário. Além disso, é possível estudar algo que sempre teve vontade, mas não tenha feito por diversos motivos, ou, até mesmo, investir em uma carreira que sempre almejou.

Continua depois da publicidade


Mesmo que o aposentado não tenha esses desejos em mente, essa é uma chance para o autoconhecimento e descoberta de algo que dê prazer. "Ele pode descobrir isso indo a grupos de encontro, conversando com amigos e familiares, procurando o auxilio de um profissional ou arriscando a fazer coisas diferentes", afirma a profissional.


Gisa destaca que todo objetivo é possível com planejamento. "As pessoas costumam pensar que um sonho precisa ser algo grande e difícil de alcançar, porém, podem ser vontades simples, como começar a ir à academia ou fazer curso", explica. Ainda, vale ressaltar que ter um propósito nessa fase da vida, onde vários aspectos da rotina mudam, ajuda a evitar desmotivação, tristeza e, consequentemente, o risco de depressão.

A realização depende apenas do próprio indivíduo, portanto, o primeiro passo é sair da zona de conforto e começar a agir. Sugestão é colocar no papel metas de curto, médio e longo prazo que viabilizem o sonho. Por exemplo, se o objetivo é fazer uma viagem internacional, a primeira meta pode ser decidir o destino. Em seguida, é preciso definir as datas e, logo após, tirar o passaporte. No entanto, a profissional assinala que esse processo varia de pessoa para pessoa.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade