Pesquisar

Canais

Serviços

- Agência Brasil
Efeitos da pandemia

Desemprego diminuiu renda de quase metade dos brasileiros no último ano

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
22 jul 2021 às 16:48
Continua depois da publicidade

O aumento no número de desemprego provocado pela pandemia e a diminuição do auxílio emergencial fez com que 46% dos brasileiros tenham a renda familiar diminuída no último ano, de acordo com um levantamento do Datafolha. É estimado que 10,3 milhões de pessoas não têm o que comer e estão vivendo em situação de extrema vulnerabilidade. Desses, cerca de 4,7 milhões são crianças e adolescentes que não estão tendo condições de se alimentarem diariamente, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Continua depois da publicidade


O diretor de relações institucionais e comunicação da Aldeias Infantis SOS Brasil, Edmond Sakai, explica que além dos efeitos imediatos, como a desnutrição em uma fase crucial para o crescimento e desenvolvimento de crianças e adolescentes, seus pais e familiares, sem ter o que comer, se veem forçados a deixá-los sozinhos e expostos para buscar novas fontes de renda e de alimento

Continua depois da publicidade


Pai de três, Damaris de 8 anos, Samuel de 5 anos e Sarah de 2 anos, Ademir Mendes da Silva se desdobra para conseguir arcar com as contas de casa. Em dezembro do ano passado sua esposa faleceu e, por conta disso, também precisa custear uma cuidadora para estar com as crianças enquanto trabalha. "Tem sido ainda mais difícil honrar todas as minhas dívidas e dar o que os meus filhos mais precisam, a comida”, desabafa o carioca que trabalha como faxineiro.

A Campanha Nacional #SOSCriançasSemFome, que conta com doações pelo site oficial da organização, foi lançada para prestar apoio às mais de 1.840 mil famílias que já são atendidas, incluindo as venezuelanas em situação de refúgio no Brasil. A Campanha vai distribuir cartões alimentação no valor de R$ 300 e kits de higiene e de prevenção contra a Covid-19, durante quatro meses, para famílias em situação de extrema vulnerabilidade social que estão cadastradas nos mais de 70 projetos da Organização no país. A duração da ação tem como objetivo promover um apoio contínuo, a fim de obter melhores resultados para essas famílias a longo prazo.

Continua depois da publicidade


Continue lendo