Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Confira

Dicas para lavar as roupas economizando água e energia elétrica

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
26 mai 2023 às 05:00
- Divulgação Mueller
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Lavar roupas é uma das atividades do lar em que se é impossível de escapar. Além de levar tempo, a tarefa tende a ser onerosa caso não seja feita de maneira otimizada, eficiente e econômica, com o consumo de água e energia elétrica em excesso durante os processos de lavagem impactando diretamente no orçamento familiar. Mas como economizar sem deixar roupas sujas acumuladas e se livrar do desperdício?


1º passo: escolha da lavadora 

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade



A escolha da lavadora é um dos fatores essenciais para economizar – por isso, é fundamental eleger o eletrodoméstico adequado para as demandas da casa. Por exemplo, famílias grandes ou que costumam lavar roupas em grandes quantidades, a máquina de lavar ideal é aquela que possui uma capacidade maior. Lavagens múltiplas em uma máquina de menor capacidade consumem ainda mais energia e água.

Leia mais:

Imagem de destaque
Entenda

'Quadro psicótico', diz Vanessa Lopes ao falar sobre o que a fez sair do BBB

Imagem de destaque
Eleições 2024

Justiça Eleitoral está preparada para combater fake news, afirma juíza de Londrina

Imagem de destaque
Alerta

Idosos e crianças fazem parte dos grupos de risco para dengue grave

Imagem de destaque
Treta

Polícia indicia mulher, amante e cúmplice por falso sequestro no Paraná


2º passo – ajuste o nível da água e o ciclo de lavagem

Publicidade



A orientação da Mueller é: ajuste o nível da água da lavadora de acordo com a quantidade de roupa a ser lavada – desta forma, o consumidor utilizará apenas a volume de água necessário para a lavagem. Outra dica é acumular um número considerável de peças para acionar a capacidade total da máquina. Além de poupar energia elétrica, otimiza-se o ciclo de lavagem. Um ponto de atenção compartilhado pela empresa diz respeito ao cuidado de não ultrapassar o limite de quilos indicados na lavadora. Além de não entregar uma lavagem bem-feita, corre-se o risco de danos permanentes.

Publicidade

O departamento de engenharia da Mueller dedica-se a desenvolver ciclos de lavagem específicos com cada condição ou tecido. Assim, se a roupa não estiver tão suja, não se justifica o acionamento de ciclos longos: as opções econômicas e rápidas atendem a demanda perfeitamente.


3º passo – atenção ao sabão

Publicidade



Na hora de colocar o sabão e amaciante no dispenser, nada de excessos: colocar produtos a mais não deixará as roupas mais limpas – pelo contrário propicia a formação de manchas, tornará o enxágue ainda mais difícil e incidirá em desperdício de água energia. De acordo com a Mueller, o exagero também interfere na estrutura do eletrodoméstico.

Publicidade

A atenção também vale para o uso menor de sabão ou de baixa qualidade, resultando em roupas que não ficam completamente limpas e que, ao tirá-las da máquina, pediram.


4º passo – reutilize a água


Sempre que possível, você pode reutilizar a água do último enxague das lavagens de roupa. Por sair praticamente limpa, apenas com o excesso do amaciante, é possível reaproveitar para uma nova lavagem ou até mesmo para limpar a casa ou o quintal. Caso o consumidor opte pelo reaproveitamento em uma nova lavagem, a Mueller indica fazê-lo com o auxílio de um balde, sempre zelando para não molhar o painel. Caso o lado externo tenha contato com a água, a dica é secar imediatamente com um pano macio.

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade