Pesquisar

Canais

Serviços

Governo do Estado de São Paulo
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
É o momento de relaxar?

Entenda como será o primeiro evento-teste de retomada pós-pandemia em São Paulo

Folhapress
21 jul 2021 às 15:36
Continua depois da publicidade

O governo de São Paulo realiza nesta quarta (21) e quinta-feira (22), em Santos, o primeiro evento-teste para a retomada das atividades no período pós-pandemia do coronavírus.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Serão ao todo 30 eventos-teste ao longo do segundo semestre. Todos contarão com protocolos de segurança, como limitação de público, testagem e monitoramento dos participantes depois do encontro.

Continua depois da publicidade


A feira de negócios voltada para profissionais do setor de eventos, Expo Retomada, que acontece no Santos Convention Center, na Baixada Santista, espera receber cerca 750 visitantes por dia, totalizando 1.500 pessoas. O acesso às instalações será controlado e todos os participantes deverão fazer a testagem rápida, além de medir a temperatura e cumprir com os demais protocolos obrigatórios, como uso de máscara e distanciamento.


Após o evento, os participantes serão monitorados durante duas semanas, numa iniciativa que envolve parceria das secretarias de Saúde do estado e da cidade.

Continua depois da publicidade


Eventos com aglomeração foram restringidos pelo governo de São Paulo durante as fases mais agudas da pandemia.


Na sexta-feira (16), o governador João Doria (PSDB) anunciou o início do relaxamento da quarentena, autorizando a reabertura do comércio e de vários serviços. Alguns especialistas criticaram a medida, pois o estado ainda registra número elevado de novos casos de Covid e mortes provocadas pelo vírus. O estado registra 1.425 óbitos e 30.574 casos só nesta terça (20).


Em um estudo publicado pela Folha em abril, especialistas afirmavam que Doria tem relaxado de forma prematura as restrições impostas a atividades que podem provocar aglomerações e acelerar a propagação da doença.


Médicos ouvidos pela Folha de S.Paulo afirmam que, mesmo com a maioria da população brasileira vacinada contra a Covid no segundo semestre, o país precisará manter outros cuidados para conter a disseminação do coronavírus.

Campanhas para orientar e atualizar a população sobre as formas de transmissão são algumas das medidas, além do distanciamento social e de manter os ambientes mais ventilados, já que a principal forma de transmissão do coronavírus é pelas vias aéreas.


Continue lendo