Pesquisar

Canais

Serviços

- Pixabay
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Dívidas

Número de famílias endividadas bate recorde: confira dicas financeiras de especialista

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
11 abr 2022 às 19:01
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE
Continua depois da publicidade

O coordenador do curso de Ciências Contábeis da Unopar, professor Marcio Coelho, afirma que os motivos para o quadro são diversos, porém, a organização da rotina e de documentações pode auxiliar nas estratégias para sair do vermelho. “Quando nossos prazos e responsabilidades dão tão errado que não podemos ver todas as promessas, corremos o risco de acumular juros, incorrer em penalidades e nos levar a negativação do nome no mercado”, alerta a docente.


O especialista recomenda cinco dicas para conseguir se livrar do endividamento:


Priorização

Continua depois da publicidade


As contas bancárias, como as de água e de luz, despesas com cartão de crédito e aluguel ou condomínio devem ser gastos priorizados na organização financeira. “Não são esperados atrasos em nenhuma das contas, mas a falta de financiamento ou outras questões podem dificultar o planejamento, tornando necessário definir algumas prioridades no orçamento”, afirma o coordenador.


Vencimentos


É possível alterar as datas de vencimento de algumas faturas, de acordo com a política de determinadas empresas. “É interessante criar um calendário onde você possa pagar em um horário conveniente”, aconselha o professor. A alta antecipada pode ser totalmente reembolsada, ajudando as famílias a economizar”.


Débito automático


Alguns serviços podem ser pagos por meio de débito automático, sem boletos, o que evita o risco de esquecimentos e atrasos, além de cobranças adicionais. É necessário agendar o pagamento para dias em que haja saldo suficiente para a transação e verificar se os itens estão sendo cobrados corretamente. “Esta é uma economia de tempo, mas deve-se tomar cuidado para evitar incluir contas que flutuam de mês para mês", alerta.


Agendamento


Fazer anotações em uma agenda ou criar uma planilha de controle com o fluxo de entrada e saída de dinheiro pode auxiliar na visão objetiva dos gastos dentro de casa. Alguns aplicativos gratuitos possibilitam a melhora na organização de despesas domésticas para aumentar a saúde financeira de cidadãos. “O importante é colocar na ponta do lápis quais são os seus gatos e não perder nenhum ponto de vista”, destaca.


Reserva de emergência


Gastos com saúde e acidentes podem desregular o orçamento familiar e ter uma quantia guardada irá facilitar a solução de problemas inesperados. “Pode parecer utópico sugerir uma reserva de emergência em alguns quadros em que a renda é bastante controlada, porém, se for possível, é aconselhável separar um pouco da renda líquida para lidar com possíveis imprevistos”, ressalta o professor.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade