Pesquisar

Canais

Serviços

- Freepik
Aprenda já!

Resfriado, pneumonia ou coronavírus? Como saber diferenciar as doenças respiratórias?

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
08 jun 2021 às 16:14
Continua depois da publicidade

O inverno se aproxima e, com ele, uma incidência maior de doenças respiratórias. Entre elas, resfriados e pneumonias. Desde o ano passando, entretanto, uma nova doença entrou para o radar das pessoas: a Covid-19, que tem sintomas semelhantes aos de resfriados comuns e sazonais. Mas, como saber diferenciar umas das outras e quando procurar um atendimento médico mais especializado?

Continua depois da publicidade


Tosse, coriza e mal-estar são sintomas também associados a resfriados comuns. Todavia, quando esses sinais evoluem para dificuldade de respirar, respiração curta ou falta de oxigenação, então é hora de ir para o hospital. "Essas podem ser evidências de uma pneumonia, uma doença mais grave que o resfriado, e um dos estágios mais graves da Covid-19”, ressalta o médico pneumologista Elias Ribeiro

Continua depois da publicidade


De acordo com ele, a partir de qualquer sintoma que pode confundir um resfriado comum com a Covid-19, é preciso monitorar. "Se a pessoa apresentar tosse, febre, dores de garganta, dores de cabeça e até uma sensação de fadiga, pode ser apenas efeitos do vírus da influenza. Mas, a Covid-19 é uma infecção respiratória grave que também começa com esses sintomas leves, principalmente febre e tosse seca. No entanto, com sua evolução, acaba provocando falta de ar”, diz o especialista.

Em todos os casos, o uso de máscaras de proteção facial, a aplicação de álcool em gel e o distanciamento social são medidas eficazes de prevenção à transmissão de qualquer doença respiratória. "Essas práticas, definitivamente, vieram para ficar. Habituamo-nos a esses cuidados forçados pela pandemia do coronavírus, mas, temos de ter a consciência de que, agora e sempre, protegeremos uns aos outros”, ressalta Elias.

Continua depois da publicidade


Continue lendo