18/11/19
º/º
13 anos depois

Encol é condenada a ressarcir ex-funcionários em Londrina

Massa falida da construtora restituiu salários e benefícios trabalhistas de 300 pessoas em Londrina.No Paraná, são mais de mil empregados com direitos

A Encol foi condenada a ressarcir seus ex-empregados. A decisão é da 11ª Vara Cível da Justiça de Goiânia, onde corre o processo de falência da construtora desde 1997. Na época, a empresa deixou muitos trabalhadores sem salários, benefícios e seguros trabalhistas. No Paraná, segundo o Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil (Sintracom), são mais de mil empregados com direito ao ressarcimento. Cerca de 300 já tiveram seus valores restituídos em Londrina.

"O juiz expediu a certidão de habilitação de crédito, que vem resumido qual o valor de cada operário. Com esse documento abre-se um outro procedimento onde ocorre a falência. A gente faz um requerimento, o juiz manda para a massa falida, que hoje está pagando as restituições", garantiu o assessor jurídico do Sintracom, Jorge Custódio. Ele faz um alerta para quem ainda não recebeu. "Procure o Sintracom ou o seu advogado de origem. A massa falida da Encol está procurando gente para pagar", afirmou.


A decisão também é um alento aos proprietários de imóveis da falida construtora. "Imagino que há uma perpectiva. Primeiro são pagos os créditos trabalhistas, depois os outros credores. Isso é um alento sim aos proprietários de imóveis lesados", afimou.

O Sintracom de Londrina fica na rua Sergipe, 598, 1º andar.
Redação Bonde
PUBLICIDADE
comentários
Continue lendo
Lançamento na segunda-feira

Multinacional confirma unidade em Londrina

Nas vésperas no Natal

Bom movimento nos shoppings; chuva atrapalha vendas no Centro

Veja mais e a capa do canal
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE