08/07/20
26º/16ºLONDRINA
PUBLICIDADE
Concurso

Projetos que protegem aves na mata das araucárias concorrem a prêmio nacional

Degradação em larga escala, destruição das fontes de alimentos e retirada ilegal de filhotes da natureza. Todas essas questões contribuem para que muitos animais percam o seu habitat natural, não consigam se adaptar em outros locais e assim entrem para a "lista vermelha", das espécies com risco de extinção. Esse é o caso do papagaio-de-peito-roxo e do papagaio-charão, ambos nativos da floresta com araucárias, que estão perdendo cada vez mais território para sobreviver e se reproduzir.

Pensando nisso, alguns pesquisadores da região desenvolveram iniciativas para prover a proteção dessas espécies e com isso, estão concorrendo ao II Prêmio Nacional da Biodiversidade. Promovido pelo Ministério do Meio Ambiente, o evento tem como objetivo reconhecer e premiar os projetos de destaque na melhoria da conservação das espécies brasileiras, por meio de um júri popular.


Uma dessas ações é o "Dois papagaios ameaçados da Floresta com Araucárias: um esforço de conservação comum", com iniciativa da Universidade de Passo Fundo (RS) e apoio da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza. A proposta engloba os dois papagaios, com o objetivo de conservar as aves por meio da educação ambiental, além do incentivo à criação de áreas protegidas.

Coordenador do projeto, o professor Jaime Martinez, que é membro da Rede de Especialistas em Conservação da Natureza, relata que "a principal estratégia de conservação das espécies ameaçadas é preservar o seu lar e o seu habitat. A floresta com araucárias é um ecossistema único do sul do Brasil", descreve.

Outra iniciativa, realizada pelo Instituto Espaço Silvestre, é a "Reintrodução do papagaio-de-peito-roxo no Parque Nacional das Araucárias", que, além de ter reintegrado a espécie à natureza, promoveu o envolvimento da comunidade com a conservação. Para Malu Nunes, que é diretora executiva da Fundação Grupo Boticário, o trabalho reflete em um âmbito maior. "Colocar em prática ações efetivas beneficia toda a biodiversidade da região", afirma.

O projeto do Instituto Espaço Silvestre concorre na categoria "Sociedade Civil" e da Universidade de Passo Fundo, em "Academia". Para conhecer mais projetos e participar da votação, acesse o link.
Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Confira
MEC anuncia novas datas de provas do Enem
08 JUL 2020 às 17h57
Pós-graduação
Programa de bolsas de estudo do Google está com inscrições abertas
08 JUL 2020 às 16h49
Para quem fez Enem
UEL abre novo processo de seleção para vagas remanescentes
08 JUL 2020 às 10h03
4º no ranking nacional
Paraná é um dos estados com maior número de presos que estudam
07 JUL 2020 às 14h40
Paraná
Educação esclarece que data de retorno às aulas presenciais não está definida
07 JUL 2020 às 14h29
Confira!
Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia está com inscrições abertas
07 JUL 2020 às 11h40
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados