02/12/20
PUBLICIDADE
Concursos

Entenda a possível fusão entre IBAMA e ICMBio

André Borges/ Agência Brasília
André Borges/ Agência Brasília


A fusão entre o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) está sendo analisada desde setembro por um grupo formado pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e composto por representantes de ambas as instituições. A discussão sobre a junção deve se estender até novembro, 60 dias depois do início do estudo.


De acordo com o Governo Federal, com a fusão há a possibilidade de reduzir custos com estruturas que estão duplicadas nas duas autarquias. Isso porque há tarefas realizadas pelo Ibama que também são feitas dentro do ICMBio, o que acaba causando maior burocracia nos processos, segundo apoiadores da mudança. Caso a proposta seja aprovada pelo grupo, precisará ainda passar por votação no Congresso Nacional.

Impacto nos concursos

O corte de gastos que deve ocorrer se a fusão for implantada pode reduzir também a quantidade de vagas de trabalho dentro dos institutos, com a publicação de um único edital no lugar de dois, além da mudança nas estruturas das carreiras que continuarão existindo. O Governo Federal ainda não deu informações a respeito desse tópico, ou seja, qualquer discussão sobre o possível novo formato dos certames ainda é especulação.

Enquanto o futuro desses órgãos ainda é impreciso, tanto o IBAMA, quanto o ICMBio, declaram estar com falta de funcionários e solicitam novos processos seletivos.

O IBAMA pediu ao Ministério da Economia a realização de um novo concurso para o preenchimento de 2.311 novas vagas, sendo 336 para Analista Administrativo, 1.005 para Técnico Administrativo e 970 vagas para Analista Ambiental. Em junho de 2020 houve a contratação de 843 novos servidores em 15 estados do país. A autorização do governo foi dada por conta dos incêndios florestais que seguem ocorrendo no Brasil.

O ICMBio solicitou um novo concurso em 2019 para suprir o déficit de 1.179 funcionários, mas o pedido foi negado. Em agosto de 2019, uma nova solicitação foi feita – desta vez, para 1.317 vagas, distribuídas entre os cargos de Técnico Ambiental, Técnico Administrativo, Analista Administrativo e Analista Ambiental, mas também não foi autorizada.

Funções dos institutos

A princípio, o IBAMA, criado a partir de uma lei em 1989, era o responsável pelas funções desempenhadas pelo atual ICMBio. Atualmente, entre as funções do IBAMA estão o poder de polícia ambiental, com a fiscalização e aplicação de multas por crimes ambientais, a execução de ações pelo meio ambiente e a concessão de permissão para licenciamento ambiental e uso de recursos naturais.

Quando o ICMBio foi criado, em 2007, o instituto passou a ser responsável por algumas das funções que antes eram do IBAMA, como implantação, gestão e monitoramento de unidades de conservação e execução de programas de pesquisa, proteção e preservação da fauna e flora brasileira.
Assessoria de imprensa
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Google Education

Desafios da pandemia: sistema remoto de ensino com Google

01 DEZ 2020 às 14h28
Saiba mais sobre a iniciativa!

Projeto da UEM usa horticultura para ressocializar dependentes químicos

01 DEZ 2020 às 09h58
Até 18 de dezembro

Programa intensifica aprendizagem para alunos da rede estadual

01 DEZ 2020 às 09h04
Não perca o prazo!

Matrículas para EJA começam nesta segunda (30)

30 NOV 2020 às 11h23
Maringá

Professores da UEM ganham prêmio Dr. Acir Rachid de Reumatologia

30 NOV 2020 às 11h00
Saiba mais!

Escolas do programa Paraná Integral vão dobrar em 2021

30 NOV 2020 às 10h36
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados