19/06/21
PUBLICIDADE
Merenda escolar

Escolas estaduais do Paraná receberam 12 mil itens para cozinhas e refeitórios em 2021

Fundepar
Fundepar


O Governo do Estado, por meio do Fundepar (Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional), entregou para as escolas estaduais, desde o início do ano, cerca de 12 mil itens em mobiliários e equipamentos para cozinhas e refeitórios. São cerca de R$ 12 milhões em investimentos com o objetivo de oferecer condições ainda melhores para as atividades das merendeiras e adequar os espaços destinados às refeições dos estudantes.

"Aparelhar as cozinhas das escolas é essencial para contribuir com o trabalho das merendeiras, seja para apoio, para organização ou para auxiliar no preparo dos alimentos”, diz diretor-presidente do Instituto Fundepar, Marcelo Pimentel Bueno. "Para os alunos, o benefício é o melhor bem-estar na hora das refeições”.

Foram 2.200 estantes em inox, que podem acomodar 12 caixas de frutas e verduras da agricultura familiar e servir de escorredor de panelas e utensílios. Foram entregues, também, 2.500 balcões de apoio em inox e 2.500 carrinhos de apoio em inox de cozinhas para uso culinário. Ainda no primeiro semestre serão entregues 1.800 extratores de suco.

Serão distribuídos, ainda, cerca de 3.000 conjuntos-refeitório, também no primeiro semestre. Os móveis são mais confortáveis e ergonômicos para os estudantes na hora da alimentação escolar.

As entregas dos itens obedeceram alguns critérios para atender de maneira igualitária as escolas. Entre eles, a ordem de pedido registrado, quantidade de turmas e o número de matrículas.

Facilidade – Gilda Marques é funcionária em escola há mais de duas décadas. Há cinco anos assumiu a função de merendeira no Colégio Estadual Professora Iara Bergmann, em Curitiba. Antes da suspensão das aulas por causa da pandemia, ela preparava cerca de 400 refeições para estudantes da tarde e da noite.

Com a chegada dos novos mobiliários, Gilda percebeu que seu trabalho será facilitado. "Recebemos muita merenda. E as novas prateleiras servem para guardar e para transitar pelo depósito. Ficará mais organizado”, comenta. "E com os carrinhos, não precisaremos mais levar as refeições no braço”, diz a merendeira, se referindo à distância entre a cozinha e o refeitório.

Preparar sucos com as laranjas da agricultura familiar também ficará mais fácil. "A quantidade de suco para espremer é muito grande. Não seria possível se fosse feito à mão ou com um espremedor de laranja simples”, afirma Gilda. Ela afirmou que está ansiosa para que as aulas retornem e que possa atender os alunos.
Redação Bonde com AEN
PUBLICIDADE
Continue lendo
Saiba Mais!

Entenda as diferenças entre privatização, concessão e PPP

19 JUN 2021 às 10h00
Qualificação online

Curso gratuito e aberto ao público capacita para atendimento a animais alvo de desastres naturais

18 JUN 2021 às 17h33
Evento online e gratuito!

Pesquisadores do Paraná organizam Jornada sobre Reforma Agrária

18 JUN 2021 às 17h18
Saiba como participar!

UEL abre inscrições para III Módulo do Curso de Formação de Treinadores

18 JUN 2021 às 16h52
Não esqueça!

Terminam nesta sexta-feira (18) as inscrições do Encceja 2020 para privados de liberdade

18 JUN 2021 às 15h40
Entenda

Perfil de membros de 'tribunal ideológico' do Enem preocupa funcionários do MEC

18 JUN 2021 às 15h28
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados