12/04/21
PUBLICIDADE
Dia Nacional da Mata Atlântica

Desmatamento da Mata Atlântica chegou a 92%

A Mata Atlântica originalmente percorria o litoral brasileiro de ponta a ponta. Estendia-se do Rio Grande do Norte ao Rio Grande do Sul, e ocupava uma área de 1,3 milhão de quilômetros quadrados, representando 15% do território nacional. Tratava-se da segunda maior floresta tropical úmida do Brasil, atrás apenas da Floresta Amazônica. O grande destaque da mata original era o pau-brasil.

Atualmente, da segunda maior floresta brasileira, restam apenas cerca de 7,3% de sua extensão original, ou seja, 95 mil quilômetros quadrados. Em alguns lugares como no Rio Grande do Norte não há vestígios da mata. Hoje a maioria da área litorânea, que era coberta pela Mata Atlântica, é ocupada por grandes cidades, pastos e agricultura. Restam manchas da floresta na Serra do Mar e na Serra da Mantiqueira, no sudeste do Brasil.


A Mata Atlântica é a segunda floresta mais ameaçada de extinção do mundo. Na década de 90, o ritmo de desmatamento foi 2,5 vezes superior ao encontrado na Amazônia. A Mata deu lugar a cidade, pastagem ou plantação.

Devastação

No nordeste brasileiro, a Mata Atlântica foi praticamente devastada em sua totalidade. Seguindo a derrubada da mata, vieram plantações de cana-de-açúcar. Na região sul, foi a cultura do café a principal responsável pela destruição da vegetação nativa. O que resta da Mata Atlântica está em risco pela poluição ambiental ocasionada pela emissão de agentes nocivos à sua sobrevivência.

Exploração

Além da exploração de recursos florestais, houve um significativo comércio exportador de couros e peles de onça, anta, cobras, capivara, cotia, lontra, jacaré, jaguatirica, paca, veado, e outros animais, de penas e plumas e carapaças de tartarugas.

Espécies endêmicas

Milhares de espécies da fauna e flora encontradas na Mata Atlântica são endêmicas, ou seja, originárias da própria mata e não encontradas em outros lugares do planeta.

As 1020 espécies de pássaros, 197 de répteis, 340 de anfíbios, 261 de mamíferos e 350 de peixes são conhecidos até hoje no bioma da Mata Atlântica. Do total de 20 mil espécies vegetais, 8 mil delas são endêmicas. Não há dado preciso sobre o número de insetos e demais invertebrados existentes na Mata. Acredita-se que milhares de espécies vivem lá e ainda não foram descobertas pela ciência. A biodiversidade da Mata Atlântica é grande e muito rica, quase impossível de descrever aqui. O certo é que tudo está prestes a desaparecer.

Dia 27 de maio é 'celebrado' o Dia Nacional da Mata Atlântica.
Danilo Marconi-Redação Bonde
Continue lendo
Não esqueça!

MEC abrirá em maio inscrições para bolsas remanescentes do Prouni

12 ABR 2021 às 17h52
Rede Estadual

Cursos do EduTech têm 140 mil atividades realizadas na primeira semana

12 ABR 2021 às 17h42
Baixe o documento completo!

MEC lança Cartilha de Orientações para Volta às Aulas de Estudantes Surdos, na Educação Básica

12 ABR 2021 às 17h32
Confira a mostra multimídia!

Instituto de Educação do Paraná comemora 145 anos com exposição virtual

12 ABR 2021 às 16h56
Entenda

MEC calculará nota de corte do Sisu pelo modelo vigente até 2019

12 ABR 2021 às 16h38
Confira!

Parlamento de Portugal reprova projetos que reduziriam mensalidades para universitários brasileiros

12 ABR 2021 às 16h28
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados