Pesquisar

Canais

Serviços

- Pixabay
Inovou!

Professora dá um 1 ponto na média a alunos que se vacinarem contra o novo coronavírus

Andréia Martins/Folhapress
28 ago 2021 às 15:27
Continua depois da publicidade

Diante do relato de insegurança de seus alunos sobre a vacina contra o novo coronavírus, uma professora do ensino médio decidiu oferecer 1 ponto na média de quem apresentasse o cartão da vacinação completa.

Continua depois da publicidade


Continua depois da publicidade

"Quem foi estudante sabe que um ponto na média incentiva", contou à reportagem Kamila Braga Rodrigues, de 24 anos, docente de Sociologia do segundo do ensino médio em uma escola pública de Taguatinga (DF). É o seu primeiro ano na instituição.


As aulas presenciais no Distrito Federal voltaram nessa semana, coincidindo com o início da vacinação da faixa etária dos 17 anos, idade dos alunos de Rodrigues.

Continua depois da publicidade


"Na quarta-feira (25), perguntei se eles iriam se vacinar. Percebi que eles estavam desanimados, com medo da reação, medo de agulha, Então pensei em alguma forma de estimular, incentivá-los a tomar a vacina. E combinei com eles: se eles apresentassem o cartão de vacinação completa e uma pesquisa sobre a importância da vacinação em uma pandemia eu daria um ponto na média", explicou.


A ideia funcionou. No dia seguinte, vários estudantes haviam tomado a primeira dose. A iniciativa foi apoiada pela escola e pelos pais, para surpresa da professora. Procurada, a Secretaria Estadual de Educação não comentou.


"Eu achei que pudesse ter algumas críticas, mas os pais super apoiaram, a escola apoiou. Todos viram que o saldo da ação foi bem positivo", disse.


Agora, Rodriguesvai escrever um projeto explicando as bases pedagógicas e jurídicas da atividade para compartilhar com outros professores.


"Muita gente assume um papel errado por ler fake news e por isso eu cobrei também a pesquisa, para que os alunos pudessem se conscientizar, conscientizar a família e os amigos. Quando éramos pequenos, a escola tinha papel fundamental na vacinação. O Zé Gotinha ia nas escolas, então não podemos perder esse papel".

Continue lendo