Pesquisar

Canais

Serviços

Reprodução/Pixabay
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Veja como garantir a vaga

Rede estadual oferta diversas modalidades de ensino

Redação Bonde com AEN
13 jan 2022 às 08:52
Continua depois da publicidade

Pais, responsáveis e estudantes que não efetuaram a rematrícula no ano passado, ou que desejam ingressar na rede estadual de ensino em 2022, podem procurar diretamente as instituições de ensino para garantir a vaga e não perder o início do ano letivo, que começa em 7 de fevereiro.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


As secretarias dos colégios estaduais estão abertas. Para alunos que já eram da rede, o pai, responsável ou o próprio estudante (quando maior de 18 anos) precisa comparecer à instituição de ensino onde o aluno estava matriculado em 2021, informar a intenção de permanecer na escola, entregar a documentação obrigatória e assinar o formulário de renovação de matrícula.

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


Já para estudantes de outras redes de ensino, particulares, de outros estados ou países, os responsáveis legais devem procurar a instituição de ensino mais próxima da residência para solicitar a vaga, e assim incluir o estudante no CEVE (Cadastro de Espera de Vaga Escolar).


Caso não haja vaga na instituição de ensino de preferência, o estudante será informado das opções disponíveis e ficará na lista de espera mesmo depois de estar matriculado e frequentando outra instituição de ensino, podendo ser chamado assim que a vaga estiver livre.


EJA E EDUCAÇÃO PROFISSIONAL – Para quem deseja uma vaga na EJA (Educação de Jovens e Adultos) o processo é o mesmo do ensino regular, com a diferença de que é necessário procurar diretamente as instituições que ofertam a modalidade. É possível conferir quais são elas na página da EJA. Lembrando que a EJA é preciso ter 15 anos completos para o ensino fundamental e 18 anos completos para o ensino médio.

Continua depois da publicidade


Já para a modalidade da Educação Profissional e Técnica, ainda há vagas em parte das instituições que ofertam os cursos integrados, ou seja, concomitantes com o ensino médio. Como o fechamento das turmas ocorre de maneira independente em cada colégio, é preciso conferir se o curso na instituição desejada ainda possui vagas disponíveis. Na página da Educação Profissional é possível conferir todas as instituições que ofertam a modalidade por cidade e os respectivos cursos.


IDIOMAS – Também há vagas nos cursos gratuitos do Celem (Centro de Línguas Estrangeiras Modernas). São aulas de Alemão, Espanhol, Francês, Italiano, Japonês, Mandarim, Polonês e Ucraniano; além de PFOL (Português para Falantes de Outras Línguas) e Libras (Língua Brasileira de Sinais) como segunda língua (para ouvintes).


Caso não haja vaga na instituição de ensino de preferência, o estudante será informado das opções disponíveis e ficará na lista de espera mesmo depois de estar matriculado e frequentando outra instituição de ensino, podendo ser chamado assim que a vaga estiver livre.


A matrícula é feita diretamente nas instituições de ensino que ofertam os cursos – ao todo, são 483 colégios em 217 municípios. A lista de escolas e seus respectivos cursos pode ser conferida na página oficial do Celem.


Pelo menos 70% das vagas são destinadas a estudantes do ensino público estadual (a partir do 6º ano) e as demais são para professores e funcionários da rede estadual de ensino e a comunidade em geral.

Novidade para este ano, o curso online de Espanhol tem vagas restantes apenas para os estudantes da rede estadual (a partir do 9° ano do ensino fundamental) através deste link


INÍCIO DO ANO LETIVO – O ano letivo começa no dia 7 de fevereiro, no modelo presencial, conforme calendário anunciado em novembro passado pela  Seed-PR (Secretaria de Estado da Educação do Paraná).

Continue lendo