Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Expectativa

Preparando para o Enem

Equipe Folha
29 ago 2014 às 14:38
Continua depois da publicidade

Em busca do sonho de ingressar em uma universidade, jovens e adultos têm procurado se preparar melhor para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que neste ano será realizado nos dias 8 e 9 de novembro. A prova, que inicialmente tinha como objetivo apenas fazer uma avaliação do Ensino Médio no País, hoje pode servir até como ferramenta de ingresso em algumas faculdades. Com o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o estudante pode utilizar a nota do Enem para ingressar em instituições públicas. "Já nas universidades privadas é possível concorrer a bolsas de estudos através do Prouni (Programa Universidade Para Todos). Além disso, o Enem é exigido para o financiamento da faculdade pelo Fies (Fundo de Financiamento Estudantil)", explica a coordenadora pedagógica do Sigma, Marli Carrion.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Segundo a coordenadora, no Sigma as aulas do curso preparatório para o Enem têm um número reduzido de alunos em classe e quatro aulas por dia que contemplam as áreas do conhecimento exigidas na prova: Ciências Humanas e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; Redação e Matemática e suas Tecnologias. "Cinco eixos norteiam o Enem e o nosso material didático: dominar linguagens, compreender fenômenos, entender situações problema, construir argumentações e elaborar propostas éticas", explica.

Continua depois da publicidade


De acordo com Marli, a principal diferença entre a prova do Enem e as avaliações dos vestibulares em geral é a densidade e a forma como os conteúdos são expostos e cobrados. "Procuramos dizer que os vestibulares são mais conteudistas enquanto o Enem tem questões mais voltadas para a interpretação, exigindo que o aluno correlacione aquele conteúdo com a aplicação para a vida", diz.


A estudante Aline Tonasse, de 24 anos, está frequentando as aulas preparatórias para o Enem no Sigma e quer cursar Arquitetura e Urbanismo. "Meu objetivo é entrar em uma faculdade pública pelo Sisu ou conseguir uma bolsa pelo Prouni", conta. Mesmo nunca tendo prestado o exame, Aline conta que já se familiarizou com o estilo da prova graças às aulas e aos simulados que fez durante o curso. "Acho que a maior dificuldade do Enem é o fato da prova ser muito cansativa e extensa", relata.


No primeiro dia de prova, o exame do Enem traz 90 questões e tem duração de 4 horas e 30 minutos. Já no segundo dia são 5 horas e 30 minutos disponíveis para responder outras 90 questões e elaborar a redação.

Continua depois da publicidade

Por esse motivo, o vendedor Tiago Mota, de 28 anos, tem a mesma preocupação de Aline. "No simulado pude ver que é uma prova muito cansativa, mas consegui concluir", diz. Ao contrário da colega de curso, Mota irá fazer o exame para conseguir o certificado de conclusão do Ensino Médio. "Parei de estudar no 1º ano do Ensino Médio, há quase 10 anos", conta. Para tanto, Mota terá que atingir a pontuação mínima de 450 pontos em cada uma das áreas do conhecimento e 500 pontos na redação.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade