Pesquisar

Canais

Serviços

Reprodução/Instagram
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Caso em investigação

Alec Baldwin é visto em lágrimas após matar diretora em set de filmagem

Folhapress
22 out 2021 às 10:53
Continua depois da publicidade

Depois de manusear uma arma no set de filmagens do filme "Rust", matar a diretora de fotografia Halyna Hutchins e ferir o diretor Joel Souza, o ator Alec Baldwin, 63, foi visto do lado de fora da sede das instalações em lágrimas enquanto falava ao telefone, segundo o jornal Santa Fe New Mexican. O caso está sendo investigado.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Nenhuma acusação foi registrada, de acordo com um comunicado à imprensa enviado pelo gabinete do xerife na noite de quinta-feira (21).

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


Baldwin, que além de ser uma das estrelas do filme é também produtor, foi ao escritório do xerife por conta própria e deu a ele declarações sobre o caso.


"Os detetives estão investigando como [a arma foi usada] e que tipo de projétil foi disparado", disse o Gabinete do Xerife em um comunicado. "Este incidente continua sendo uma investigação ativa. À medida que mais informações forem disponibilizadas, atualizações serão fornecidas. "


As tentativas de obter um retorno sobre o acidente do ator têm sido em vão, já que ele não deverá comentar tão rapidamente o caso assim como o escritório estadual de cinema e o Santa Fe Film Office.

Continua depois da publicidade


Um porta-voz de produção da Rust Movie Productions LLC disse ao Deadline: "Houve um acidente hoje nas filmagens de 'Rust', no Novo México, envolvendo a falha de ignição de uma arma de suporte. Duas pessoas foram levadas ao hospital e estão recebendo cuidados. A produção foi interrompida. A segurança de nosso elenco e equipe continua sendo nossa principal prioridade."


Morta após receber um tiro acidental com arma cenográfica manuseada pelo ator, a diretora de fotografia Halyna Hutchins tinha 42 anos e trabalhava no set de filmagem do filme "Rust".


A revista American Cinematographer chegou a nomear a profissional como uma de suas estrelas em ascensão no ano de 2019. Antes de "Rust", ela já tinha trabalhado no filme de super-heróis independente de 2020, "Archenemy".


Hutchins nasceu na Ucrânia no ano de 1979 e cresceu em uma base militar soviética no Círculo Polar Ártico. De acordo com seu site oficial, ela cresceu cercada por renas e submarinos nucleares.


A profissional é formada em jornalismo internacional pela Universidade Estadual de Kiev. Após trabalhar em documentários no Reino Unido, resolveu se mudar para Los Angeles. Foi lá onde se formou no conservatório do American Film Institute em 2015.


Dentre seus filmes em Hollywood estão "Blindfire" (2020), escrito e dirigido por Mike Nell, o terror "Darlin'" (2019), dirigido por Pollyanna McIntosh, e "The Mad Hatter" (2021), de Catherine Devaney.


Em sua última postagem, na terça-feira (19), dois dias antes do acidente, ela publicou um vídeo em que exaltava os cavalos e a possibilidade de trabalhar perto deles.


O acidente que vitimou a diretora aconteceu no Bonanza Creek Ranch, em Santa Fé, Novo México, nos Estados Unidos, nesta quinta-feira (21). Halyna foi transportada de helicóptero para o Hospital da Universidade do México, mas não resistiu aos ferimentos.


O diretor do longa, Joel Souza, 48, recebeu alta hospitalar após se ferir. Quem confirmou essa informação foi uma das estrelas do filme, Frances Fisher.

Continue lendo