11/08/20
29º/14ºLONDRINA
PUBLICIDADE
Dançarino

Doença é traiçoeira, diz Carlinhos de Jesus após se curar de caso grave de Covid-19

Aos 67 anos e dançando desde a barriga da mãe, Carlinhos de Jesus chegou a ficar quatro dias na UTI após contrair o novo coronavírus. O dançarino carioca estava isolado com a mulher em sua casa em Copacabana desde antes do decreto que instituiu o fechamento do comércio no Rio de Janeiro. "Achávamos que não teríamos nada, porque estávamos sendo muito cuidadosos", conta ele ao telefone, de volta do hospital desde a última quinta (30). Síndico do condomínio onde mora, também já havia tomado medidas de segurança no local.

Reprodução/Instagram/@carlinhosdejesus
Reprodução/Instagram/@carlinhosdejesus


O casal não sabe como foi contaminado. A mulher de Carlinhos, Rachel, deixava o isolamento apenas para raras idas ao mercado, no horário destinado a idosos, quando as lojas estão com pouca gente. Numa das vezes, o dançarino resolveu acompanhá-la. "Eu saí de carro, de máscara, me banhei de álcool em gel", diz. Porém, segundo ele, o uso da máscara pela primeira vez foi incômodo. "Eu era muito inexperiente, colocava a mão na frente. E agora sei que não pode."

Alguns dias após os primeiros sintomas, sentindo-se cansado e com dores no corpo, ele foi convencido pela cunhada e vizinha, médica infectologista, a ir para o hospital. Com 36 anos de prática profissional de dança, sonho que realizou após pedir demissão de seu emprego como funcionário público, Carlinhos conta que sentia a respiração ofegante, como se tivesse "corrido dez quilômetros". "Isso não é uma gripezinha, não é uma tosse qualquer", afirma ele.

"É uma doença silenciosa, chega de fininho e traiçoeiramente vai tomando conta", diz. No dia 26, ele e a mulher foram à emergência do hospital Copa D'Or, na zona sul carioca, de onde Carlinhos foi levado à UTI. Não chegou a ser intubado, mas só deixou a unidade intensiva no dia 29, ainda recebendo oxigênio artificialmente. O dançarino, que lembra ser o único não intubado entre seus vizinhos de leito, faz questão de agradecer à equipe do hospital. "Dos maqueiros aos enfermeiros, era uma correria, uma tensão, mas fui muito bem cuidado, com muita atenção."

Atuante nas redes sociais e astro de lives, diz que agora repassa às pessoas a recomendação para que fiquem em casa. "Eu sei que é difícil, também sou empresário, tenho academias no Rio de Janeiro e em São Paulo, e que estão fechadas. Tenho uma folha de pagamento para arcar, mas ninguém trabalha sem saúde", diz.
Úrsula Passos - Folhapress
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Conteúdo relacionado:
Está curada
Heloisa Périssé diz que voltar à TV com amigos ajudou a superar câncer
Encontro com Fátima
Lilia Cabral diz que ficou melancólica no início do isolamento e agora escreve diário
Quarentena
'Perrengue violento', diz Michel Teló sobre quarentena com filhos
Continue lendo
Mente aberta
Anitta diz que troca de namorado como troca de roupas
10 AGO 2020 às 16h02
Positivo
Antonio Banderas afirma estar com Covid-19 em seu aniversário
10 AGO 2020 às 15h24
Família
Milton Nascimento recebe certidão de reconhecimento do filho adotivo e chora
10 AGO 2020 às 14h54
Trolou
Cantor Zé Felipe cai em pegadinha da namorada no dia dos pais
10 AGO 2020 às 11h48
Polêmica
'Fui errada e preciso melhorar', diz Marília Mendonça ao se desculpar após fala transfóbica
10 AGO 2020 às 09h59
'Desejo de transformação'
'Matrix' é metáfora sobre aceitação e transição de gênero, diz diretora
10 AGO 2020 às 09h18
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados