Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Saiba mais

Meta lança Llama 3, novo modelo que levará IA ao WhatsApp e Instagram

Folhapress
19 abr 2024 às 11:35
- Divulgação
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A Meta, dona do Facebook, Instagram e WhatsApp, lançou nesta quinta-feira (18) uma nova versão de seu modelo de inteligência artificial Llama, no mais recente esforço para acompanhar tecnologias semelhantes de concorrentes como OpenAI e Google.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
Vítima de imagens falsas

Papa Francisco, convidado do G7, quer mediar debate sobre utilização correta de IA

Imagem de destaque
Saiba mais

CEO do Google defende uso gratuito de conteúdos na internet para treinar IA

Imagem de destaque
Entenda

ChatGPT retira voz parecida com a de Scarlett Johansson do ar após notificação extrajudicial da atriz

Imagem de destaque
Nova comunidade

Jovens místicos conquistam a internet com previsões e simpatias ao vivo

A big tech vai usar o novo produto para rodar um assistente de IA chamado Meta AI, que estará presente nos seus aplicativos para realizar tarefas, criar conteúdo e acessar informações em tempo real.

Publicidade


Em exemplo divulgado, o usuário poderá iniciar uma conversa com o Meta AI a partir da interface do próprio WhatsApp e solicitar algo como a data do próximo eclipse. Nessas conversas, também será possível gerar imagens e GIFs a partir do comando "imagine".


O Meta AI estará disponível a partir desta quinta em países fora dos Estados Unidos, como Canadá, Austrália, Nigéria e Singapura. O Brasil não está incluso na lista.

Publicidade


"Estamos construindo o Meta AI para refletir as diversas comunidades e idiomas ao redor do mundo. Estamos trabalhando para lançá-lo em mais locais este ano, mas não temos nada de novo para compartilhar no momento", disse a Meta, em nota.


O Llama 3, lançado nesta quinta-feira, é uma atualização do modelo que a empresa lançou no ano passado, o Llama 2.

Publicidade


Segundo a Meta, a nova versão, já disponível publicamente, codifica a linguagem com mais eficiência, o que resulta em uma melhoria substancial no desempenho, aumentando sua capacidade de compreensão e criação.


"Com o Llama 3, o Meta AI agora será o assistente mais inteligente disponível gratuitamente", disse o CEO Mark Zuckerberg em entrevista ao jornal The New York Times. "E, como alcançamos o nível de qualidade que desejávamos, agora vamos torná-la muito mais proeminente e fácil de usar em todos os nossos aplicativos."

Publicidade


O Llama é hoje um dos principais LLMs (grandes modelos de linguagem) de código aberto. Isso significa que programadores podem usá-lo, por exemplo, para criar seus próprios chatbots -os robôs de conversação como o ChatGPT.


A Meta disse em publicação no blog oficial que adota o "espírito" do código aberto ao permitir que a comunidade de desenvolvedores tenha acesso a esses modelos enquanto eles ainda estão em desenvolvimento.

Publicidade


O diretor de produto da empresa, Chris Cox, disse à Bloomberg que a versão anterior, que já era aberta, foi baixada 170 bilhões de vezes. Agora, o Llama 3 é "líder do setor em vários testes para modelos desse tamanho", disse Cox. "Não estamos mais correndo atrás para ter um modelo que seja o melhor".


Muitas grandes empresas de tecnologia estão em uma corrida para desenvolver e emplacar produtos e serviços de IA, gastando bilhões com chips e recursos para desenvolver LLMs e outros produtos.

Publicidade


No ano passado, a Microsoft incorporou o GPT, da OpenAI, no mecanismo de pesquisa Bing. O Google fez o mesmo com o Gemini, agora integrado ao Docs, Gmail e Busca.


Os esforços do Meta se destacam devido à escala de seus produtos, que são utilizados por cerca de 4 bilhões de pessoas no mundo inteiro.


A big tech tem usado IA em seus produtos há anos, mas desde o ano passado tem se dedicado mais à tecnologia, com executivos enfatizando seus benefícios em aparições públicas e entrevistas.


Os investidores têm demonstrado otimismo sobre o uso de IA pela Meta em seus produtos. As ações subiram cerca de 1,5%, a US$ 501,80 nesta quinta-feira, e 44,9% neste ano.


Imagem
Poeta paranaense lança livro no Sesc Cadeião nesta sexta-feira
"Nossa fome de poesia atual é descomunal, talvez tenha sido assim em toda a história da humanidade". A fala de Ponti Pontedura esmiúça o enredo do livro "Palavras azuis acordam a madrugada", que relaciona a poesia ao corpo.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade