Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade

Netflix cancela série com Bruna Marquezine que Keanu Reeves gravou em SP

Folhapress
01 dez 2023 às 09:15
- Reprodução/ Instagram
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A série da Netflix que trouxe Keanu Reeves para São Paulo, há quatro anos, foi cancelada pela plataforma de streaming. Segundo o jornal americano The New York Times, a decisão foi tomada após comportamentos "erráticos" e o mau uso do orçamento pelo diretor Carl Erick Rinsch.


Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade

"Conquest" gravou algumas de suas cenas no entorno do Vale do Anhangabaú, no centro de São Paulo, e teria Reeves como produtor. A trama, descrita apenas como uma ficção científica num futuro distópico habitado por seres artificias, seria estrelada por Bruna Marquezine.

Leia mais:

Imagem de destaque
Debate político

Série 'Bom Dia, Verônica' ataca o conservadorismo em sua 3ª e última temporada

Imagem de destaque
Mariangela Hungria

Série sobre mulheres na ciência tem pesquisadora da Embrapa de Londrina

Imagem de destaque
Veja os indicados

'Succession' lidera indicações no SAG, prêmio do sindicato dos atores

Imagem de destaque
Mais um

Prime Video terá exibição de anúncios a partir de janeiro


Segundo o jornal, a Netflix deu ao diretor do mal avaliado "47 Ronins" liberdade para o corte final da série, algo reservado a nomes de prestígio, e investiu US$ 55 milhões, cerca de R$ 271 milhões, em sua produção, mas nunca recebeu um único episódio finalizado.

Publicidade


Membros da produção denunciaram o comportamento de Rinsch logo após o acordo com a plataforma. Nos emails e documentos analisados pelo jornal, testemunhas afirmaram que o diretor alegava ter descoberto um mecanismo secreto de transmissão da Covid-19 e que era capaz de prever relâmpagos.


Parte do orçamento da série teria sido usado para comprar uma frota de Rolls-Royce, mobília de designers e roupas de grife. Rinsch também teria investido o dinheiro em ações e criptomoedas.

Publicidade


Durante as gravações em São Paulo, ele ainda teria destratado sua equipe com gritos e palavrões, causando "irritação excessiva" no time por trás de "Conquest", segundo uma carta enviada por um sindicato à Netflix.


Rinsch e a Netflix atualmente travam uma batalha mantida sob sigilo para solucionar o imbróglio. O diretor, por sua vez, acusa a plataforma de quebra de contrato e cobra uma dívida de US$ 14 milhões, cerca de R$ 69 milhões.


Procurado pelo The New York Time, Rinsch não quis ser entrevistado. Ele publicou um texto no Instagram, em que diz que esperava que o artigo fosse impreciso e que o trataria como alguém que está fora de si.

Já a Netflix, por meio de um porta-voz, informou que "após muito tempo e esforço, ficou claro que Rinsch nunca entregaria o projeto completo, conforme combinado, então o cancelamos".


Imagem
Google deleta contas inativas há dois anos a partir de sexta; veja como proteger fotos e documentos
O Google começa a deletar na próxima sexta-feira (1º) contas inativas há pelo menos dois anos, segundo informe publicado pela empresa em maio.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade