Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Polêmicos

Reprise de 'Mulheres de Areia' esconde mamilos em abertura e gera comentários nas redes sociais

Folhapress
27 jun 2023 às 20:00
- Reprodução/Globo
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

"Mulheres de Areia" teve sua vinheta icônica alterada pela Globo 30 anos depois de sua exibição original, para poder voltar à televisão na faixa Edição Especial. Com a mudança, já não é possível ver os mamilos da atriz e modelo Mônica Carvalho.


Agora, a abertura do folhetim aparece borrada, o que gerou críticas e piadas nas redes sociais. A mudança foi feita para que "Mulheres de Areia" recebesse classificação indicativa de 12 anos.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Criada por Hans Donner, antigo mago das vinhetas na emissora, a abertura se tornou icônica, em parte, justamente por causa da nudez da atriz, que escandalizou o público à época.

Leia mais:

Imagem de destaque
Resultado apertado

BBB 24: Deniziane é a nona eliminada do reality com 52,02% dos votos

Imagem de destaque
Depois de 2 meses

Disney deixa briga com Elon Musk de lado e volta a usar X em transmissões da ESPN

Imagem de destaque
Em dinâmica

MC Bin Laden ganha Poder Curinga, que garante imunidade no Paredão do BBB 24

Imagem de destaque
Avisa Lá

Globo promove Paulo Vieira e quadro do Fantástico vira programa na TV aberta


Criada por Ivani Ribeiro, a novela já havia retornado à TV no passado, mas teve o enquadramento da introdução cortado, a fim de esconder os mamilos de Mônica Carvalho.

Publicidade


Veja tweets sobre o assunto:


Veja como está o elenco de 'Mulheres de Areia' hoje 


"A noite vai ter lua cheia", cantava Pepeu Gomes na abertura da novela "Mulheres de Areia" em 1993. A trama escrita por Ivani Ribeiro, que conta a rivalidade das gêmeas Ruth e Raquel, tornou-se um clássico da teledramaturgia nacional, e a Globo aposta pela quarta vez em reprisar a produção nas tardes da programação da emissora.

Publicidade


Glória Pires foi a protagonista da trama e brilhou ao interpretar duas personagens tão distintas não apenas em seu comportamento, mas também no olhar e no tom de voz. A atuação da atriz é lembrada e elogiada pelos colegas e a fez entrar definitivamente para o time de grandes estrelas da casa. Guilherme Fontes foi o intérprete do ao mocinho Marcos e sempre destacou a parceira com a colega de cena. Em entrevista recente sobre o retorno do clássico, ele também reforçou que a união de um bom texto com uma equipe competente foi determinante para o êxito da trama. "A novela tinha tudo para dar certo e deu", reconheceu o ator.


Tonho da Lua foi outro personagem memorável de "Mulheres de Areia". "Sem dúvida, o maior desafio ao interpretar um personagem tão complexo e marcante foi estudar o texto. O texto é um clássico da nossa teledramaturgia e requer muita atenção por parte do ator", afirmou Marcos Frota. A novela também contava com Susana Vieira (Clarita), Paulo Betti (Vanderlei), Humberto Martins (Alaor), Vivianne Pasmanter (Malu) e Isaura (Laura Cardoso) no elenco. Todos comemoraram o retorno da trama.


Paul Cortez (Virgílio) e Paulo Goulart (Donato) também integravam o elenco da novela. Enquanto o primeiro faleceu em 2006, vítima de câncer no pâncreas, o segundo nos deixou em 2014, também vítima da doença, porém em outro órgão: os rins. Nicete Bruno (Juju), Sebastião Vasconcelos (Floriano), Adriano Reys (Oswaldo Sampaio), Irving São Paulo (Zé Luís), Carlos Zara (José Pedro Vieira - Zé Pedro), Antônio Pompeo (Servílio Martins), João Carlos Barroso (Daniel), Serafim Gonzalez (Garnizé) e Germano Filho (Ataliba) também morreram.


A versão de "Mulheres de Areia" produzida pela TV Globo é um remake. A versão original foi exibida entre março de 1973 e fevereiro de 1974 pela extinta TV Tupi. Eva Wilma interpretou as gêmeas Ruth e Raquel, enquanto Carlos Zara e Gianfrancesco Guarnieri interpretaram Marcos e Tonho da Lua, respectivamente.

Receba notícias do Bonde no Whatsapp/Telegram e fique por dentro de tudo!
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade