Pesquisar

Canais

Serviços

- Reprodução/ Instagram
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Desafio

Sem projetar metas, Adilson Batista diz que estratégia no LEC na Série B será definida "jogo a jogo"

Diego Prazeres - Grupo Folha
07 abr 2022 às 15:40
Continua depois da publicidade

É normal que os treinadores projetem metas de pontuação pensando na trajetória de suas equipes em uma competição que se promete bastante equilibrada, como a Série B deste ano. No caso do Londrina, Adilson Batista diz ter plena consciência do “número ideal” para buscar o acesso ou a fuga do rebaixamento.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Só que ele prefere planejar a caminhada da equipe jogo a jogo. “Tem que trabalhar jogo a jogo e pensar que cada um é uma decisão", definiu o treinador à FOLHA, citando as seis primeiras rodadas já definidas pela CBF. “Temos seis jogos difíceis de início, com três viagens, questão de logística, dois adversários tradicionais, campeões brasileiros, que são Cruzeiro (4ª rodada) e Bahia (6ª rodada), mas não adianta ficar pensando no que tem que fazer. Tem que vivenciar jogo a jogo e entender se naquele jogo 1 ponto é bom, se há necessidade de arriscar para conseguir 3 pontos...”, afirmou.

Continua depois da publicidade


Presente na cerimônia de lançamento do novo uniforme do Tubarão na Série B, realizada terça à noite (5), na ExpoLondrina, no dia em que o clube comemorou 66 anos, Adilson tirou fotos com torcedores e foi citado pelo gestor Sérgio Malucelli como “técnico de Série A”. Questionado pela reportagem se o Londrina muda de patamar com ele no banco, o treinador respondeu que “tudo depende do material humano”.


E acrescentou: “Desde 2001 sou treinador, joguei em grandes clubes, trabalhei com grandes profissionais, tive grandes mestres, como seu Ênio Andrade, seu Rubens Minelli, Felipão, são vários treinadores que sempre me agregaram, também sou um estudioso do futebol, adoro estudar e ver futebol. Agora, nós dependemos do material humano, do jogador, a decisão é dele. Você transporta, faz, mostra, ali no campo ele precisa executar", pontuou.


Continue lendo na Folha de Londrina

Veja mais vídeos sobre esportes

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade