Pesquisar

Canais

Serviços

Copa das Confederações

África do Sul obtém classificação no sufoco

Agência Estado
20 jun 2009 às 17:50
Publicidade
Publicidade

A Espanha não deu chances à África do Sul, de Joel Santana, e venceu os anfitriões neste sábado por 2 a 0, em Bloemfontein, na última rodada da fase de grupos da Copa das Confederações. Apesar da derrota, os sul-africanos ficaram com a segunda vaga do Grupo A e avançaram à semifinal da competição.

Com mais este triunfo, a Espanha terminou a fase com 100% de aproveitamento e alcançou duas marcas importantes no futebol mundial. Os espanhóis se tornaram a seleção com o maior número de vitórias seguidas na história: 15. Além disso, igualaram o recorde de invencibilidade do Brasil, com 35 partidas sem derrotas. A seleção brasileira atingiu esta marca entre 1993 e 1996.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Já a África do Sul obteve a última vaga da chave com o empate sem gols entre Iraque e Nova Zelândia, que entraram em campo no mesmo horário que os donos da casa. O Iraque precisava vencer a partida por pelo menos dois gols para se classificar.

Leia mais:

Imagem de destaque
Fase de grupos

O que está em jogo para os brasileiros na última rodada da Libertadores

Imagem de destaque
Última rodada da fase de grupos

Na despedida de Paulinho, Corinthians tem 'decisão' pela Sul-Americana nesta terça-feira

Imagem de destaque
Entenda

Clubes discutem calendário de 2025 e articulam proposta à CBF

Imagem de destaque
Relações internacionais

Palmeiras investe R$ 30 mi anuais e vê base invadir 1ª prateleira europeia


Neste sábado, a Espanha entrou em campo com um time misto, mas não teve problemas em se impor sobre os donos da casa. Depois de um primeiro tempo sem grandes emoções, os espanhóis voltaram melhor do intervalo e quase abriram o placar aos 5 minutos do segundo tempo.

Publicidade


Fabregas foi derrubado na área. Na cobrança do pênalti, David Villa parou na boa defesa do goleiro Khune. O atacante, porém, se redimiu na sequência. Um minuto depois do pênalti, Villa recebeu passe dentro da área, dominou no peito e bateu no canto esquerdo para inaugurar o marcador.


Aos 27 minutos, Llorente, que entrou no segundo tempo na vaga de Fernando Torres, aproveitou cruzamento de Fabregas pela esquerda e mandou para o fundo das redes, definindo o placar.

A Espanha agora espera os jogos deste domingo, do Grupo B, para conhecer o seu próximo adversário na competição. As quatro seleções da chave ainda têm chances de classificação. As partidas entre Brasil e Itália, e Egito e Estados Unidos serão disputadas ao mesmo tempo, às 15h30.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade