Pesquisar

Canais

Serviços

Divulgação/CBF
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

CBF demite Leonardo Gaciba de chefia da Comissão de Arbitragem

Carlos Petrocilo - Folhapress
12 nov 2021 às 12:54
Continua depois da publicidade

Ednaldo Rodrigues, presidente em exercício da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), demitiu o chefe da Comissão de Arbitragem, Leonardo Gaciba, 50, na manhã desta sexta-feira (12).

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Em nota, a entidade diz que o atual vice do setor de árbitros, o mineiro Alício Pena Júnior, 53, assume a função de forma interina até o final deste. A CBF também afirma que, a partir de agora, começa a reformular "a estrutura da arbitragem brasileira".


A decisão foi tomada após erros sucessivos da arbitragem e contestação da forma como o VAR (árbitro de vídeo) tem sido operado no Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil. O caso mais recente foi nesta quinta (11), em partida entre Flamengo e Bahia. Há a reclamação sobre um pênalti marcado a favor do time rubro-negro carioca.


Ex-árbitro, Gaciba presidia o departamento desde abril de 2019. Chegou à CBF prestigiado por ter sido o melhor árbitro do Campeonato Brasileiro nas temporadas de 2005, 2006, 2007 e 2008.

Continua depois da publicidade


O gaúcho ficou quinze anos no quadro de árbitros da entidade e representou o Brasil em competições internacionais por quatro temporadas, quando ostentou a insígnia da FIFA.


"A CBF agradece a Leonardo Gaciba pelo empenho e pela forma altiva e incansável com que exerceu a Presidência da Comissão de Arbitragem da CBF", diz trecho da nota.


"Assumirá a função interinamente, até a conclusão das competições da temporada 2021, o atual Vice-Presidente da Comissão de Arbitragem, Alício Pena Júnior, a quem o Presidente Ednaldo Rodrigues parabeniza, desejando sucesso no cargo e colocando a estrutura da entidade à inteira disposição da Comissão de Arbitragem para o constante aperfeiçoamento e desenvolvimento da arbitragem nacional", completa o comunicado.

Veja mais vídeos sobre esportes

Continue lendo