Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Mercado da Bola

Com Valdivia se despedindo do Palmeiras, São Paulo tenta contratar meia chileno

Agência Estado
12 ago 2015 às 18:08
- César Greco / Agência Palmeiras
Publicidade
Publicidade

O meia Valdivia pode continuar no futebol brasileiro. Após fazer duras críticas aos dirigentes do Palmeiras, em entrevista exclusiva ao Estado no início do mês, o chileno está nos planos do São Paulo, que tenta aproveitar o fato de o contrato do jogador acabar na próxima segunda-feira para levá-lo de graça. Inclusive, já houve uma reunião entre representantes do clube e o chileno, na semana passada. O problema, porém, é que ele já tem um pré-acordo assinado com o Al Wahda, dos Emirados Árabes.

As conversas estão sendo tratadas em sigilo absoluto de todos os lados. Tanto o São Paulo como o jogador negam qualquer contato, mas o fato é que a diretoria tricolor quer sim contar com o jogador de 31 anos e que está deixando o Palmeiras pela porta dos fundos, após cinco anos defendendo o clube.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Os dirigentes são-paulinos ficaram sabendo que Valdivia quer ficar no Brasil e, de preferência, no futebol paulista. Por isso, demonstraram interesse em fazer negócio e aguardar por uma resposta positiva do chileno para abrir negociações. Houve, inclusive, uma primeira conversa entre representantes do clube e o jogador, mas ainda não foram discutidos os valores.

Leia mais:

Imagem de destaque
Majestoso

Com desfalques e pressionado, Corinthians quer reação contra o São Paulo

Imagem de destaque
Patético

Santos perde 4ª seguida, é ultrapassado pelo Operário-PR e afunda em crise

Imagem de destaque
Preparação

Vini Jr. volta ao visual antigo, e seleção treina com presença de famílias

Imagem de destaque
Elefantes brancos da Copa 2014

Estádios se reinventam e ganham vida 10 anos após a Copa de 2014


A tendência é que a negociação não vá adiante, já que o acordo firmado com os árabes deve ser cumprido ou então o meia terá de pagar multa. E o caso pode até ir parar na Fifa. A família de Valdivia gostaria de permanecer no Brasil, mas financeiramente a transferência para o futebol árabe será muito positiva para o atleta, que ganhará mais do que recebia no Palmeiras.

Publicidade


Vale lembrar que as diretorias de Palmeiras e São Paulo não se entendem. Os presidentes Paulo Nobre e Carlos Miguel Aidar não se falam após as turbulentas negociações em que Wesley e Alan Kardec trocaram de clubes.


Na entrevista ao Estado concedida no início do mês, Valdivia garantiu que não defenderia outro clube brasileiro. Flamengo, Cruzeiro e Fluminense tentaram levá-lo anteriormente. "Ouvi as propostas porque o meu time de coração não mostrava esforço algum para ficar comigo, mas jamais jogaria em outro time no Brasil. Eu ganharia o ódio dos que ainda gostam de mim e os que me odeiam teriam mais motivos para me xingar", disse o jogador.

A notícia de que o São Paulo tem interesse no chileno não preocupa os árabes, que esperam pela chegada do jogador no começo da próxima semana.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade